ISTOÉ Gente

Irmão de Emicida diz ter sido chamado de ‘macaco’ por segurança no Lollapalooza

Crédito: Reprodução/Twitter

Fióti ao lado de Jorja Smith, cantora que se apresentou no Lollapalooza neste sábado (6) (Crédito: Reprodução/Twitter)

O artista Evandro Fióti, irmão do rapper Emicida, disse em uma rede social que foi alvo de racismo de um segurança no Lollapalooza, no segundo dia de shows do festival.

Fióti alega que foi barrado e xingado em inglês por um segurança da banda Kings of Leon. “Me xingou de macaco. Racista não vai ter vez”, escreveu o artista. Após o desabafo, ele postou uma foto ao lado de Jorja Smith, cantora que se apresentou no festival neste sábado (6).

Segundo ele, o segurança da banda levantou a voz. Ao ser xingado, Fióti se exaltou e disse ter agredido um segurança, mas alega que foi empurrado também. O artista disse que tinha pulseira para passar pelo backstage e seu acesso foi negado.

Procurada pelo site G1 para comentar o relato de Fióti, a assessoria de imprensa do Lollapalooza não respondeu.