Mundo

Irmã do líder norte-coreano apresenta condolências à Coreia do Sul

Irmã do líder norte-coreano apresenta condolências à Coreia do Sul

Kim Yo Jong é recebida em Panmunjom pelo conselheiro de segurança nacional Chung Eui-Yong - Ministério de Unificação da Coreia do Sul/AFP

A irmã do líder norte-coreano, Kim Jong-un, entregou uma mensagem de pesar nesta quarta-feira (12) pela morte da ex-primeira-dama sul-coreana Lee He-ho, no primeiro contato de alto escalão entre os dois países em meses.

Kim Yo-jong, que ocupa uma posição de poder na Coreia do Norte, entregou a mensagem e flores em nome de seu irmão em uma reunião com autoridades sul-coreanas em Panmunjom, na Zona Desmilitarizada.

A reunião durou cerca de 15 minutos, disse Chung Eui-yong, principal conselheiro de Segurança Nacional da Coreia do Sul.

“Kim comentou que devemos manter a cooperação em homenagem aos esforços de Lee em favor da harmonia intercoreana”, disse Chung, segundo a rede de televisão YTN.

Lee, mulher do falecido presidente sul-coreano, Kim Dae-jung, morreu na segunda-feira, aos 96 anos.

O contato desta quarta-feira foi o primeiro entre altos funcionários de ambos os países desde o fracasso da segunda cúpula entre o presidente norte-coreano, Kim Jong-un, e o americano, Donald Trump, em fevereiro passado no Vietnã.