Irlanda investiga Google e Tinder por uso de dados

Irlanda investiga Google e Tinder por uso de dados

(Arquivo) Vista da sede europeia do Google, em Dublin - AFP/Arquivos

Autoridades da Irlanda abriram ontem investigações contra Google e Tinder por supostas irregularidades ao lidar com dados de cidadãos europeus. No caso do Google, a Comissão de Proteção de Dados da Irlanda vai investigar como os dados de localização são usados pela empresa, após uma série de queixas de grupos de consumidores.

O inquérito vai apurar se o Google está cumprindo as regras da GDPR (lei de privacidade da UE), principalmente no quesito transparência. No caso do Tinder, grupos de consumidores abriram queixas sobre as políticas de dados do Match, grupo que controla o app.

Vale ressaltar que a Irlanda é o país regulador de política de dados de toda a União Europeia. Por isso, o que é decidido por lá tem impacto em todo o bloco. A GDPR permite multas de até 20 milhões de euros ou 4% da receita global.

Tópicos

Google Irlanda Tinder

Mais posts

Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.