Mundo

Iranianos ironizam Trump por errar o nome do guia supremo

Iranianos ironizam Trump por errar o nome do guia supremo

Donald Trump ao lado do vice-presidente Mike Pence (D) e do secretário do Tesouro Steven Mnuchin em 24 de junho de 2019 em Washington - AFP

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi alvo de piadas dos internautas iranianos nesta terça-feira, depois de anunciar na véspera sanções financeiras contra o aiatolá Ruholla Khomeini, morto em 1989.

“Os ativos do aiatolá Khomeini e de seu gabinete não ficarão de fora das sanções”, afirmou Trump ao ler o texto que anunciava a assinatura de um decreto que impede ao “guia supremo (iraniano), sua equipe e outras pessoas de seu entorno mais próximo acesso a recursos financeiros essenciais”.

Problema: o guia supremo do Irã é o aiatolá Ali Khamenei, que assumiu a liderança da República Islâmica após a morte de seu fundador e primeiro guia, Khomeini, em 1989.

“Trump não sabe que o aiatolá Khomeini está morto e que o aiatolá Khamenei dirige o Irã”, escreveu Sara Massumi, do jornal reformista Etemad.

Os usuários do Twitter não perderam a oportunidade.

“Khamenei disse uma vez ‘Ronald’ ao invés de ‘Donald'”, tuitou @danialshaigan, ao recordar um lapso do guia supremo durante um discurso no qual mencionou o nome do presidente americano. “Trump teve sua revanche”, completou.

“Este Narciso (Trump) espera (que um morto) ligue para ele?”, questionou de modo irônico @saeedIran, em referência a declarações de Trump de 9 de maio sobre o Irã: “Gostaria que me ligasse (…) estamos dispostos a conversar”.

@BahramAsadzadeh citou uma conspiração dentro do governo dos Estados Unidos contra Trump: “Fazem ele parecer um palhaço”, escreveu sobre o texto do americano.

“Veja, ele está lendo em voz alta” e, ao mesmo tempo, outros “juntam evidências para provar que ele é insano”, afirma outro tuite.