Mundo

Irã executa homem condenado por espionar para os EUA

TEERÃ, 14 JUL (ANSA) – O Irã executou um homem condenado à morte por ter conduzido atividades de espionagem para a Agência Central de Inteligência (CIA) dos Estados Unidos.   

Segundo um porta-voz do poder Judiciário, Gholamhossein Esmaili, o iraniano Reza Asgari foi executado na semana passada e trabalhou na divisão aeroespacial do Ministério da Defesa até 2016.   

De acordo com a acusação, Asgari vendeu à CIA informações sobre o programa de desenvolvimento de mísseis da república islâmica.   

“Ele foi identificado, julgado e condenado à morte”, disse o porta-voz.   

Outro suposto espião na fila de execução é Mahmoud Mousavi Majd, acusado de passar informações aos EUA e a Israel sobre o general Qassem Soleimani, morto em um bombardeio americano no Iraque em janeiro de 2020.   

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

A espionagem teria sido conduzida até 2018, quando Majd foi preso. Soleimani comandava a Força Quds, unidade especial do Exército dos Guardiães da Revolução Islâmica, e era o militar mais poderoso do Irã. (ANSA)

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?