Economia

IPC-Fipe sobe 0,40% na 1ª quadrissemana de julho, após avançar 0,39% em junho

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 0,40% na primeira quadrissemana de julho, acelerando marginalmente em relação à alta de 0,39% registrada no fechamento de junho, segundo dados publicados hoje pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Três dos sete componentes do IPC-Fipe ganharam força na primeira leitura deste mês, seja avançando com maior intensidade ou reduzindo o ritmo de queda: Transportes (de 0,34% em junho para 0,47% na primeira quadrissemana de julho), Saúde (de 0,58% para 0,70%) e Vestuário (de -0,86% para -0,22%).

Por outro lado, os demais itens desaceleraram: Habitação (de 0,45% para 0,43%), Alimentação (de 0,69% para 0,51%), Despesas Pessoais (de 0,37% para 0,35%) e Educação de (0,03% para -0,02%).

Veja abaixo como ficaram os componentes do IPC-Fipe na primeira quadrissemana de julho:

– Habitação: 0,43%

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

– Alimentação: 0,51%

– Transportes: 0,47%

– Despesas Pessoais: 0,35%

– Saúde: 0,70%

– Vestuário: -0,22%

– Educação: -0,02%

– Índice Geral: 0,40%

Veja também

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?