Geral

Investigação sobre Lulinha vai para vara de juiz anti-Lava Jato

Crédito: Reprodução

A investigação da Lava Jato sobre os negócios de um dos filhos do ex-presidente Lula com a Oi será encaminhada para uma Vara Federal em São Paulo. A decisão foi dada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região(TRF-4), que considerou em julgamento no último dia 11 que não havia vínculos suficientes da apuração com a Petrobras, critério que fixa os casos em Curitiba. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

De acordo com a reportagem, o caso deve ficar na 10ª Vara Federal de São Paulo, especializada em crimes financeiros, cujo o juiz titular, Sílvio Luís Ferreira da Rocha, tem se manifestado de maneira crítica à Lava Jato e já disse não haver “prova irrefutável” contra o ex-presidente no processo do tríplex.

A 69ª fase da Lava Jato, batizada de “Mapa da Mina”, tem como principal alvo Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, filho do ex-presidente e sócio da Gamecorp, empresa que recebeu R$ 83 milhões da Oi de 2004 a 2016.

Procurada pela Folha, a Vara Federal informou que ainda não recebeu os autos do Paraná e ainda não há definição sobre qual magistrado ficará com o caso. Por causa da crise do coronavírus, o expediente forense e os prazos processuais estão suspensos. Servidores estão em regime de teletrabalho.

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel