Economia

Invepar e Gru Airport recebem aprovação da Anac para revisão de contrato

A Invepar e a Concessionária do Aeroporto Internacional de Guarulhos (GRU Airport) confirmaram nesta terça-feira, 24, que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aprovou a revisão extraordinária do contrato de concessão, em razão dos impactos econômicos decorrentes da pandemia do coronavírus para o setor de concessões aeroportuárias. O valor a ser reconhecido pela agência é de R$ 854,9 milhões. O montante, após aprovação formal da Secretária Nacional de Aviação Civil (SAC), será descontado do valor da outorga fixa, como usualmente é realizado em processos de reequilíbrios de GRU Airport.

No final da tarde, a diretoria da Anac anunciou que foram aprovadas as revisões extraordinárias dos contratos de concessão de quatro aeroportos por causa dos impactos econômicos da pandemia de covid-19. Os terminais que foram beneficiados nesta avaliação foram os aeroportos internacionais de Guarulhos, Brasília, Salvador e Confins. No total, o montante de reequilíbrio aprovado foi de R$ 1,27 bilhão.

Segundo fato relevante divulgado pelas empresas, ainda são estudadas e analisadas as opções para a recomposição das condições econômico-financeiras do contrato de concessão no longo prazo.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Ticiane Pinheiro posa de maiô decotado e internautas suspeitam de gravidez
+ Denise Dias faz seguro do bumbum: “Meu patrimônio”
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel