Esportes

Internacional bate Vitória fora de casa pela Copa do Brasil

Com o gol de Thiago Galhardo, Colorado pode até empatar no jogo da volta para sair com uma vaga nas oitavas de final

Internacional bate Vitória fora de casa pela Copa do Brasil

 

Jogando no Barradão na noite desta quinta-feira (3), o Internacional venceu o Vitória pelo jogo de ida da 3ª fase da Copa do Brasil. O único gol da partida foi marcado por Thiago Galhardo, de pênalti, já na etapa final. Sendo assim, o Colorado leva a vantagem do empate para o duelo da volta que acontece na próxima semana.


Depois do compromisso pela Copa do Brasil, as equipes agora viram a chave para o Brasileirão. Pela Série B, o Vitória recebe o Náutico na próxima segunda-feira (7), às 20h. Já na Série A, o Internacional visita o Fortaleza no domingo (6), às 16h.

COMEÇO EQUILIBRADO
Os primeiros 15 minutos foram de equilíbrio no Barradão. Dono da casa, o Vitória começou pressionando a saída do Internacional. Logo na primeira volta do ponteiro, Soares roubou a bola, mas errou o passe para o meio.

Por outro lado, o Inter conseguiu administrar melhor a bola e conseguiu se livrar da marcação pesada do Leão. As principais jogadas nos minutos iniciais saíram com Taison arrancando em velocidade pelo meio, mas sem conseguir a finalização em si. O único arremate foi de Yuri Alberto, que facilitou a vida do goleiro Ronaldo com um chute fraco

INTER POUCO CRIATIVO
Jogando com o domínio da posse de bola, o Internacional pouco conseguiu fazer até os 30 minutos. Sem a criatividade necessária para furar a compacta defesa do Vitória, o Colorado passou a trocar passes na zona central do campo tentando encontrar uma brecha para infiltrar.

Enquanto isso, o Vitória passou a apostar nos contra-ataques quando teve a bola. Em um deles, aos 34 minutos, Guilherme Santos arrancou, limpou para a perna esquerda até conseguir ângulo para o chute e disparou. Daniel se esticou todo e evitou o primeiro gol da partida.

PEGOU MAL
Em uma das raras chances do jogo dentro do seu primeiro tempo, Taison acionou Patrick aos 38 minutos pelo lado esquerdo do ataque. O meia encontrou Edenílson livre no meio da área. O capitão do Inter tentou o arremate de esquerda, mas pegou embaixo da bola e isolou, desperdiçando a grande oportunidade da etapa inicial.

Os minutos seguintes continuaram com posse de bola pelo lado do Internacional, mas pouca criatividade. O Vitória, por sua vez, tentou abrir o marcador em um lance de escanteio, mas o desvio de Fernando Neto não encontrou um companheiro para finalizar para o gol.

INTER VOLTA MELHOR
Seguindo a linha da etapa inicial, o Internacional continuou dominando a posse de bola e tentando encontrar espaços na defesa do Vitória. Não demorou muito para o Colorado levar perigo ao gol de Ronaldo.

Aos 5 minutos, após lançamento de Daniel, Yuri Alberto escorou a bola e deixou com Taison. O camisa 10 encontrou Caio Vidal, que ficou cara a cara com Ronaldo. Entretanto, o atacante parou no goleiro, que fechou bem o ângulo.

INTERNACIONAL SAI NA FRENTE
Apesar do domínio, o Inter seguia com problemas para assustar o goleiro Ronaldo. A solução veio quando Wallace Reis agarrou Thiago Galhardo dentro da área e cometeu pênalti. Na cobrança, o próprio Galhardo bateu no meio, viu o goleiro encostar na bola, mas não o suficiente para evitar que os gaúchos abrissem o placar.

Com a vantagem dos visitantes no placar, o Vitória se viu obrigado a se lançar mais ao campo de ataque, o que passou a oferecer mais espaços para as jogadas em velocidade do Colorado. Em uma delas, Taison recebeu na intermediária e arriscou o chute. A bola desviou em Wallace e carimbou o travessão.

FINAL MORNO
Quando precisou propor o jogo, o Vitória foi pouco efetivo. O principal lance da reta final do jogo ficou pela reclamação de pênalti por parte dos donos da casa. Dentro da área, Roberto tentou driblar Lucas Ribeiro e caiu pedindo a penalidade. O árbitro Marcelo de Lima Henrique indicou apenas escanteio.

Satisfeito com o resultado, o Internacional apenas administrou o tempo enquanto esteve com a bola e levou a vantagem do empate para o confronto de volta na próxima quinta-feira (10).

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 0 X 1 INTERNACIONAL
Local: Estádio Barradão, em Salvador-BA
Data/Horário: 03 de junho de 2021 (quinta-feira), às 19h
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)
Gol: Thiago Galhardo (27’/2°T) (0-1)
Cartões amarelos: Guilherme Santos, Soares (Vitória), Taison, Lucas Ribeiro (Internacional)
VITÓRIA: Ronaldo, Raul Prata, Marcelo Alves, Wallace Reis e Pedrinho (Roberto, aos 28’/1°T); Gabriel Bispo, Fernando Neto (Cedric, aos 14’/2°T) e Soares (João Pedro, aos 0’/2°T); Guilherme Santos (Ygor Catatau, aos 0’/2°T), Samuel (Samuel Granada, aos 26’/2°T) e David. Técnico: Rodrigo Chagas

INTERNACIONAL: Daniel, Saravia, Víctor Cuesta, Lucas Ribeiro e Moisés; Johnny, Edenilson (Maurício, aos 15’/2°T) e Patrick (Boschilia, aos 15’/2°T); Taison (Lucas Mazetti, aos 37’/2°T), Caio Vidal (Lucas Ramos, aos 28’/2°T) e Yuri Alberto (Thiago Galhardo, aos 15’/2°T). Técnico: Miguel Ángel Ramírez