ISTOÉ Gente

‘Instigava a sexualidade’, diz Mel Lisboa ao relembrar ‘Presença de Anita’

Crédito: Reprodução TV Globo

Mel Lisboa e José Mayer (Crédito: Reprodução TV Globo)

A atriz Mel Lisboa, que ficou muito famosa em 2001 ao ser protagonista da minissérie “Presença de Anita”, da TV Globo, relembrou do trabalho em entrevista ao podcast “Porta Aberta”.


“A personagem  inspirava as mulheres, instigava a sexualidade das pessoas. Vejo relatos, por exemplo, de pessoas com sexualidades diversas que aquela personagem instigou a sexualidade”, começou Mel.

“Homens gays que diziam ‘eu assistia Anita e me dava um negócio’. Não tinha tanto a questão da sexualidade em si, mas a personagem que desperta a sexualidade dos outros. Ela era fascinante porque lidava com muitos tabus de forma natural”.

“A gente não nasce construído. A gente está em constante movimento. A gente está em construção e em desconstrução ao mesmo tempo. Sou uma feminista em construção porque, inevitavelmente, em algum momento, vou me deparar com algum pensamento, alguma coisa minha e falar ‘opa’. Mas aí eu detecto: ‘olha o machismo estrutural operando na minha cabeça”, finalizou a artista.