Esportes

Insatisfeito na Inglaterra, Lukaku faz juras de amor à Inter: ‘Sei que voltarei’

Lukaku fez o gol que abriu o placar no empate entre o Chelsea e o Brighton, por 1 a 1, pelo Campeonato Inglês, quarta-feira. O belga vibrou muito, mas não anda nada satisfeito na Inglaterra. Titular pela primeira vez nos últimos seis jogos, ele revelou à Sky Sports arrependimento de ter deixado a Inter de Milão e disse que voltará para a equipe italiana um dia.

Desde outubro, quando sofreu uma lesão no tornozelo – depois ainda testou positivo para a covid-19 – foram 12 jogos do Chelsea, com Lukaku fora da metade. Nos que esteve à disposição, viu Thomas Tuchel optar por outro esquema de jogo, com ataque mais leve e sem peças fixas. Apenas neste último o centroavante entrou desde o início.


Perdendo espaço em Londres, Lukaku resolveu abrir o coração em busca do melhor para ele e para o clube. Ele, contudo, promete seguir trabalhando e não desistir. Garante, inclusive, estar em plena forma.

“Fisicamente, estou ainda melhor do que antes. Depois de dois anos na Itália, nos quais trabalhei muito na Inter com treinadores e nutricionistas, estou bem fisicamente”, afirmou. “Mas não estou feliz com a situação, isso é normal. Acho que o treinador optou por jogar com outro sistema. Tenho que continuar trabalhando e ser profissional. Não estou feliz com a situação, mas não devo desistir”, disse o atacante.

“Agora é a hora certa de compartilhar meus sentimentos. Sempre disse que tenho a Inter no coração. Sei que voltarei à Inter, espero que sim. Estou apaixonado pela Itália, este é o momento certo para conversar e contar às pessoas o que realmente aconteceu”, seguiu, tentando explicar a saída do clube de Milão logo após a conquista do título italiano após 11 anos. “Tudo que aconteceu não era para acontecer assim. Como saí da Inter, como me comuniquei com a torcida, isso me incomoda.”