ISTOÉ Gente

Inocentado de estupro, ex-BBB Vanderson abre processos para reparar danos

Crédito: Foto: GloboPlay

O ex-participante do BBB19 Vanderson Brito, de 36 anos, teve sua vida virada de ponta cabeça após ser acusado de agressão física e psicológica por sua ex-namorada. Na época que o biólogo participou do reality outros boletins de ocorrência foram registrados. As ocorrências contavam com acusações de estupro, violência doméstica e importunação sexual.

Com todas essa denúncias graves contra o ex-BBB, logo no primeiro paredão que contou com os 14 participantes da casa, o público achou que Vanderson seria eliminado devido a toda essa polêmica envolvendo seu nome aqui fora. Mas isso acabou não acontecendo, ele escapou da berlinda.


Mesmo não indo para o paredão com a possibilidade de sair da casa, Vanderson foi expulso do programa. Uma delegada da Polícia do Rio de Janeiro foi até o Projac, estúdio da Globo onde fica sediado o BBB, e intimou o biólogo para prestar depoimento. Com isso, devido ele ter – contato com o mundo exterior – o que para o jogo não é bom, a emissora resolveu  tirá-lo  do reality show.

Vanderson voltou para o Acre e procurou se defender das acusações. O UOL, em agosto, registou que todas as denúncias contra ele foram arquivadas por falta de provas. Agora neste mês de janeiro, Vanderson irá cobrar a justiça e o prejuízo causado por todas as acusações que o tiraram do programa. Ao todo serão 19 ações de indenização, material e moral.

Segundo o colunista do UOL, Mauricio Stycer, os advogados do biólogo identificaram alguns usuários nas redes sociais do Acre, Rio e São Paulo, entre outros lugares, que ofenderam Vanderson e compartilharam um vídeo que identificava falsamente ele em uma cena de violência. E não para por ai não, ele também vai processar o dono do canal no YouTube que divulgou este vídeo.