Mundo

Íngrid Betancourt desiste de disputa pela presidência da Colômbia

Íngrid Betancourt desiste de disputa pela presidência da Colômbia

Rodolfo Hernandez e Ingrid Betancourt participam de entrevista coletiva em Barranquilla

A franco-colombiana Íngrid Betancourt, ex-refém das Farc, retirou nesta sexta-feira sua pretensão presidencial, para se unir à campanha do empresário independente Rodolfo Hernández, candidato que mais cresce segundo as pesquisas, que o apontam como terceiro colocado nas intenções de voto.

“Tomei a decisão de apoiar o único candidato que pode derrotar o sistema. Vamos nos afastar para apoiar Rodolfo”, disse Íngrid em entrevista coletiva conjunta com o candidato, de 77 anos.


Seqüestrada por guerrilheiros das Farc entre 2002 e 2008, quando foi resgatada em uma operação militar, Ingrid Betancourt tinha 0,8% das intenções de voto. Vinte anos após a sua primeira tentativa de governar o país, frustrada pelo sequestro, ela havia voltado aos palanques em janeiro, como uma alternativa de centro.

Em menos de três meses, Ingrid semeou o caos nessa coalizão, renunciou e decidiu concorrer por conta própria, até que se retirou novamente da disputa nesta sexta-feira.