Esportes

Inglaterra vence Argentina, que se complica na Copa do Mundo feminina

A Inglaterra conseguiu uma vitória sofrida de 1 a 0 sobre a Argentina nesta sexta-feira, em Le Havre, pela Copa do Mundo feminina e avançou às oitavas de final. Já as sul-americanas vão precisar vencer a Escócia na terceira partida para seguir sonhando com uma vaga.

A invencibilidade da goleira argentina Vanina Correa no mundial durou 150 minutos. Após o histórico 0-0 contra o Japão – o primeiro ponto conquistado pela Albiceleste em uma Copa feminina – o gol de Jodie Taylor (62) após um cruzamento perfeito de Beth Mead da direita acabou com a resistência argentina.

A Inglaterra lidera o grupo D com seis pontos, seguida pelo Japão que tem quatro. A Argentina, com um ponto e a Escócia, que ainda não pontuou, vão jogar na quarta-feira no Parque dos Príncipes.

No jogo desta sexta em Le Havre a Inglaterra pressionou constantemente buscando uma abertura na defesa argentina, que mais uma vez montou um bloqueio compacto.

Assim como aconteceu no empate com o Japão, com sua grande defesa no último minuto da partida, a goleira Correa salvou a Argentina em várias ocasiões durante uma hora de jogo.

Entre elas, um pênalti cometido por Ruth Bravo sobre Alex Greenwood, que foi cobrado por Nikita Parris, uma das sensações do futebol europeu (28). Ela chutou à esquerda mas pulou e espalmou (28).

Aos 42 minutos, a goleira que é a única jogadora da equipe a ter jogado nas outras duas Copas disputadas pela Argentina (2003 e 2007), voltou a salvar sua equipe em um lance de Mead (42).

No segundo tempo ela apareceu de novo (51) tirando de soco um forte chute de voleio de Parris.

No final a superioridade inglesa acabou prevalecendo em uma jogada em que Correa, eleita a jogadora da partida nada pôde fazer.

pm/iga/aam