Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Uma influenciadora filipina, conhecida como DeeDee Villegas, foi obrigada a passar por uma sessão de exorcismo porque as suas tatuagens são consideradas “demoníacas”. Um padre tentou realizar o procedimento dentro de um transporte público na cidade de Cebu. As informações são do colunista Fernando Moreira, do jornal Extra.


+ Os 5 signos mais assumidamente loucos do zodíaco
+ Ex-princesa do Catar é encontrada morta pela polícia dentro de casa
+ Seca extrema leva cidade de 3.400 anos a emergir do rio Tigre no Iraque

A primeira tatuagem da influenciadora foi um mosaico tribal. Depois, ela ficou “viciada” e continuou com as modificações corporais. Ela inclusive tatuou os globos oculares.

DeeDee contou ao Daily Star que gastou, ao total, o equivalente a R$ 120 mil em tatuagens.

A influenciadora ganhou notoriedade no TikTok por ser uma voz ativa contra o preconceito a pessoas tatuadas no país asiático. O seu perfil conta atualmente com 1,6 milhão de seguidores.

“Sofro abuso diariamente nas ruas. Lembro-me de postar minha foto de formatura há três anos. Tornou-se viral e ganhei muito apoio e também conotações negativas das pessoas”, disse DeeDee, que é formada em Belas Artes.

Reprodução/Instagram

Para as pessoas que se sentem depreciadas por causa das suas tatuagens, a influenciadora mandou um recado: “Lembre-se sempre de que você está no controle de sua vida. Assim, o esforço das pessoas para jogar negatividade em você não tem valor algum. E, por último, não faça coisas para ‘provar que as pessoas estão erradas’… faça coisas por você”.