Geral

Inep: A poucos dias do Enem, 29 funcionários pedem demissão

Crédito: Pillar Pedreira/Agência Senado

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) (Crédito: Pillar Pedreira/Agência Senado)

Nesta terça-feira (8), 29 servidores do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) pediram demissão. Dentre eles, 27 trabalhavam em áreas ligadas ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que será realizado nos dias 21 e 28 deste mês. As informações são do UOL.

De acordo com o portal, os pedidos de exoneração aconteceram de forma coletiva e para pressionar a saída de Danilo Dupas, atual presidente do órgão.


Em uma carta enviada aos diretores do Inep, os servidores justificam as suas saídas citando a “fragilidade técnica e administrativa da atual gestão máxima do Inep”.

“Não se trata de posição ideológica ou de cunho sindical. A despeito das dificuldades relatadas, reafirmo o compromisso com a sociedade de manter empenho com as atividades técnicas relacionadas às metas institucionais estabelecidas em 2021”, conclui o texto, escrito no singular, mas assinado por “servidores públicos federais”

Ainda segundo a apuração do UOL, as demissões acontecem por discordância com relação às decisões tomadas pelo atual presidente, que não são consideradas de caráter técnico, e também por supostos casos de assédio moral.

Ao todo, 31 servidores pediram exoneração no período de uma semana. Na semana passada o coordenador de Exames para Certificação, Eduardo Carvalho Sousa, e Hélio Júnior Rocha Morais, coordenador da Logística de Aplicação, também pediram demissão. Ambos atuavam em cargos ligados à organização do Enem.

A lista de hoje inclui servidores responsáveis pela fiscalização do cumprimento do contrato do Enem nos dias de aplicação das provas.

Os funcionários são:

  • Marcela Guimarães Côrtes, coordenadora-geral;
  • Natalia Fernandes Camargo, coordenadora-geral substituta;
  • Nathalia Bueno Póvoa, coordenadora-geral-substituta;
  • Vanderlei dos Reis Silva, coordenador;
  • Gizane Pereira da Silva, coordenadora-substituta;
  • Hélida Maria Alves Campos Feitosa, servidora pública federal;
  • Samuel Silva Souza, servidor público federal;
  • Camilla Leite Carnevale Freire, servidora pública federal;
  • Douglas Estevão Morais de Souza, coordenador-substituto;
  • Patricia da Silva Onório Pereira, coordenadora;
  • Denys Cristiano de Oliveira Machado, coordenador;
  • Alani Coelho de Souza Miguel, coordenadora-substituta;
  • Leonardo Ferreira da Silva, coordenador-substituto;
  • Francisco Edilson de Carvalho Silva, coordenador-geral;
  • Silvana Maria Lacerda Gonçalves, servidora pública federal;
  • Andréia Santos Gonçalves, coordenadora-geral;
  • Victor Rezende Teles, substituto;
  • Helciclever Barros da Silva Sales, coordenador;
  • Helio Pereira Feitosa, coordenador;
  • Saulo Teixeira dos Santos, servidor público federal;
  • Edivan Moreira Aredes, coordenador-substituto;
  • Rita Laís Carvalho Sena Santos, coordenadora;
  • Danusa Fernandes Rufino Gomes, coordenadora-substituta;
  • Claudia Maria Ribeiro Gonçalves Barbosa Marques, servidora pública federal;
  • Rosária Duarte Melo, servidor público federal;
  • Elysio Soares Santos Junior, coordenador-geral-substituto;
  • Karla Christina Ferreira Costa, servidor público federal;
  • Adelino Nunes de Lima, coordenador-geral-substituto;
  • Clediston Rodrigues Freire, servidor público federal.

O UOL tentou contato com o Inep e o MEC, mas não obteve retorno.