ISTOÉ Gente

“Indignado”, diz Alok após descobrir que cunhado solicitou auxílio emergencial

Crédito: Reprodução/Instagram

Na noite do último sábado (13), o DJ Alok usou a sua rede social para dividir com seus seguidores e amigos que ficou surpreso ao saber que seu cunhado, irmão de sua esposa Romana Novais, solicitou o auxílio emergencial do governo, que tem como objetivo ajudar financeiramente as pessoas que não conseguem renda durante a crise causada pelo novo coronavírus.

“A gente ficou muito surpreso, porque ele não avisou a gente. E a gente faz tudo pela nossa família sempre. Eu sustento minha família, a Romana também”, disse Alok.

E continuou: “Ele é DJ, está passando dificuldade, não está tendo evento, o show business fechou. E ele não queria pedir nada para irmã, nem para mim, nem para ninguém, Ele queria se virar.”

O artista ainda disse que já pediu para o cunhado devolver o dinheiro. “Pegou muito mal, mas já pedi pra devolver o dinheiro. A gente não controla as pessoas. Infelizmente, aconteceu, mas a partir de agora não acontece mais. Eu tento salvar o mundo, mas, às vezes, a gente não consegue”, concluiu.

Assista ao vídeo em que Alok fala sobre o cunhado ter recorrido ao auxílio emergencial:

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Idoso morre após dormir ao volante e capotar veículo em Douradoquara; neto ficou ferido
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel