ISTOÉ Gente

Indignado com alto número de mortos pela Covid-19, Luciano Huck interrompe ‘Caldeirão’: ‘Triste’

Crédito: Reprodução/TV Globo

Luciano Huck é apresentador na Globo (Crédito: Reprodução/TV Globo)


O apresentador Luciano Huck interrompeu o quadro ‘Tem ou Não Tem’, que foi exibido neste sábado (10) durante o ‘Caldeirão do Huck’, para fazer uma reflexão sobre a pandemia causada pelo novo coronavírus. Ele lamentou que as famílias não puderam sequer enterrar seus parentes mortos em paz pelo alto risco de contágio.

A análise de Huck ocorreu quando ele mostrou uma pergunta sobre as atividades que precisaram ser paralisadas por causa da pandemia de coronavírus. Uma das participantes mencionou os velórios, mas não converteu ponto. Ele então aproveitou a deixa para comentar a situação vivida em todo o mundo.

“Talvez a gente possa melhorar [a pergunta]. O que as pessoas não puderam fazer nesta pandemia? Mais de 300 mil mortos na pandemia de Covid-19, e as pessoas não puderam nem velar os seus entes queridos”, lamentou ele.

“Essa sua resposta faz a refletir que essas é uma das coisas mais dolorosas e penosas da pandemia, além desse número bíblico de mortos, foram as pessoas impedidas de velar seus mortos. Eu não tinha pensado nisso, mas é triste”, concluiu.


+ Mãe conta à polícia que ateou fogo e matou bebê por ‘vergonha’ de ter a gravidez descoberta
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Youtuber é perseguido por jacaré de três metros: veja vídeo



Veja também

+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS