Economia

Índice de Basileia do Santander sobe a 16,19% no 2º trimestre


O índice de Basileia do Santander Brasil, que mede o quanto o banco pode emprestar sem comprometer o seu capital, foi de 16,19% no segundo trimestre, com melhora de 1,4 ponto porcentual (p.p.) em um ano. Na comparação com os três meses imediatamente anteriores, foi identificado aumento de 0,8 p.p. Neste caso, quanto maior, melhor.

De acordo com o Santander, o indicador permaneceu em patamar confortável e suficiente para suportar o seu ritmo de crescimento. Apesar disso, o banco desacelerou a oferta de crédito no segundo trimestre como já havia sinalizado ao mercado anteriormente.

“O índice de Basileia supera em 4,7 p.p. a soma dos requerimentos mínimos do patrimônio de referência e adicionais de capital principal”, acrescenta o Santander, em relatório que acompanha suas demonstrações financeiras.

O banco lembra que, desde janeiro último, a exigência de capital dos bancos pelo órgão regulador foi alterada de 8,625% para 8% mais capital de conservação de 2,5% mais adicional de importância sistêmica de 1,0%, totalizando 11,5%. Com base na nova regra, o capital nível I e o capital principal, próprio dos sócios, vão a 9,5% e 8%, respectivamente.

O Santander informou que seu capital principal foi de 14,02% no segundo trimestre ante 13,23% no primeiro. Já o capital de nível 1, de melhor qualidade, ficou em 15,11% contra 14,33%, na mesma base de comparação.

Veja também
+ Joice Hasselmann aparece com fraturas e diz acreditar ter sido vítima de ‘atentado’
+ Pintor é expulso de rodízio por comer 15 pratos de massa; assista
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago