Mundo

Índia supera 35.000 mortes por coronavírus

Índia supera 35.000 mortes por coronavírus

A Índia superou 35.000 mortes provocadas pelo coronavírus e mais de 1,6 milhão de infectados - AFP

A Índia superou nesta sexta-feira a marca de 35.000 mortes provocadas pelo novo coronavírus desde o início da pandemia, em um momento no qual o país sofre com as inundações que deixaram 350 vítimas fatais e que prejudicam a luta contra a propagação da COVID-19.

Com 779 mortes registradas em 24 horas, o ministério da Saúde contabiliza o total de 35.747 óbitos, o que deixa a Índia como o quinto país com mais vítimas fatais por coronavírus, atrás dos Estados Unidos, Brasil, Reino Unido e México, de acordo com o balanço da AFP.

O número de infectados reportados no segundo país mais populoso do mundo subiu a 1,63 milhão, atrás apenas dos Estados Unidos e Brasil, embora estas nações tenham populações consideravelmente inferiores a da Índia.

Muitos especialistas, no entanto, duvidam dos dados oficiais da Índia pela falta de testes de diagnóstico suficientes e a não contabilização de muitas mortes relacionadas com o coronavírus.

De acordo com um estudo sorológico de COVID-19 realizado esta semana, 57% das pessoas examinadas nos subúrbios de Mumbai foram infectadas, uma proporção muito maior que a sugerida pelos dados oficiais.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Na semana passada, um estudo similar indicou que 25% da população da capital, Nova Délhi, contraiu o vírus, quase 40 vezes a mais que os dados oficiais.

As inundações provocadas pelas chuvas de monção que afetam o leste e nordeste da Índia deixaram milhares de desabrigados na região, o que prejudicou a luta contra a propagação do coronavírus.

Em Bihar, o estado mais pobre da Índia, que tem 125 milhões de habitantes e uma das regiões que adotou restrições das atividades, 11 pessoas morreram e mais de 25.000 seguiram para abrigos.

Veja também

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?