Economia

Independência do Next deve vir ainda no 1º semestre


O presidente do Bradesco, Octavio de Lazari, disse que a segregação total do banco digital Next da instituição deve ser concluída no primeiro semestre. Com mais de 2 milhões de clientes, o negócio já está operando em um prédio separado, com presidente e diretores próprios.

A meta do Bradesco com o Next é atingir mais de 3,5 milhões de clientes até o fim deste ano. Caso alcance tal patamar, o banco digital do Bradesco poderá ser avaliado em cerca de US$ 4 bilhões, de acordo com Lazari.

“Se cada conta digital vale US$ 1 mil e, no fim do ano, esperamos ter mais de 3,5 milhões de clientes, o Next terá valor de mercado perto de US$ 4 bilhões. Nesse patamar já podemos começar a pensar em um eventual IPO (abertura de capital) do Next”, disse ele, em teleconferência com jornalistas, ontem.

Aberto em 2017 após dois anos em desenvolvimento, o Next – que concorre com bancos digitais como NuBank, Inter e C6 – deve começar a dar lucro até o fim de 2020, segundo o presidente do Bradesco. Sobre a atração de um eventual parceiro para as operações do Next, ele afirmou que o banco não vê problema em ter um investidor no negócio. Mas ressalvou que esse sócio teria de agregar do ponto de vista estratégico e tecnológico.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Veja também
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago