Tecnologia & Meio ambiente

Incêndios prosseguem na Sibéria com temperaturas recordes

Incêndios prosseguem na Sibéria com temperaturas recordes

As autoridades consideram que a maioria dos focos de incêndio na Sibéria está muito longe para uma resposta dos bombeiros - RUSSIAN EMERGENCY MINISTRY/AFP

Os incêndios que estão devastando o norte da Sibéria, onde foram registradas temperaturas recordes, diminuíram um pouco esta semana, anunciaram neste sábado os serviços florestais russos.

A Sibéria registra desde janeiro temperaturas acima do normal em algumas áreas, que, aliada ao baixo nível de umidade do solo, propagam novos incêndios, informou nesta semana o Programa Copernicus da União Europeia sobre mudanças climáticas.

Desde meados de junho, tanto o número como a intensidade dos incêndios aumentaram no extremo nordeste da Sibéria e em menor medida no Alasca, de acordo com o Copernicus, o que provocou a emissão de 59 megatoneladas de CO2 à atmosfera, um recorde para este mês desde o início dos registros em 2003.

O serviço aéreo de proteção das florestas da Rússia informou neste sábado que luta contra 136 incêndios em 43.000 hectares.

Mas as autoridades consideram que a maioria dos focos está muito longe, com um total de 333.000 hectares em chamas em zonas onde os esforços dos bombeiros foram interrompidos.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Este número é muito inferior ao registrado na semana passada pelo serviço, com mais de dois milhões de hectares.

As imagens de satélites apresentadas neste sábado mostram que os principais incêndios continuam acontecendo em Yakutia (Sibéria oriental), perto do Oceano Ártico.

A região declarou estado de emergência em 2 de julho devido aos incêndios.

Veja também

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?