Tecnologia & Meio ambiente

Incêndios de novembro na Califórnia foram causados por linhas elétricas

Incêndios de novembro na Califórnia foram causados por linhas elétricas

Bombeiros combatem incêndio 'Camp Fire' em 9 de novembro de 019 em Paradise, Califórnia. - AFP/Arquivos

As linhas de transmissão de energia elétrica provocaram o incêndio mais letal e destrutivo da história da Califórnia, informaram os bombeiros nesta quarta-feira.

Em novembro passado, o chamado “Camp Fire” deixou 85 mortos, devastou mais de 60 mil hectares e destruiu quase 19 mil prédios no norte da Califórnia, inclusive a pequena cidade de Paradise.

A empresa Pacific Gas and Electric (PG&E) já havia admitido que seu equipamento provavelmente era a causa do desastre, mas nesta quarta-feira a versão foi confirmada oficialmente pela agência estatal contra incêndios (Cal Fire), ao final de uma “investigação muito meticulosa e exaustiva”.

A vegetação muito seca, os fortes ventos, as altas temperaturas e a baixa umidade alimentaram o fogo e causaram “taxas extremas de propagação”, destacou a Cal Fire.

Um segundo foco, que finalmente foi consumido pelo primeiro incêndio, também teve origem em linhas elétricas da PG&E, segundo a agência.

As conclusões podem provocar uma enxurrada de ações legais contra a PG&E, que já é alvo de vários processos de pessoas que perderam bens, empresas de seguros e associações locais.