Tecnologia & Meio ambiente

Incêndio florestal ameaça casas no subúrbio norte de Atenas

Incêndio florestal ameaça casas no subúrbio norte de Atenas

'Um incêndio florestal no sopé da montanha grega Pendeli ameaça os subúrbios ao norte da capital Atenas - AFP


Um incêndio florestal foi declarado aos pés do Monte Pentélico, no subúrbio norte de Atenas, nesta terça-feira (27), e ameaça as casas da vizinhança – anunciaram bombeiros e autoridades locais.

“O fogo é incontrolável”, disse Yannis Kalafatelis, prefeito de Dionisos, uma das localidades afetadas, em declarações à rádio Skai.

A emissora de televisão pública ERT interrompeu sua programação habitual e passou para uma edição especial, ao vivo, direto das comunas atingidas pelas chamas próximo ao monte.

No verão, esta região costuma registrar incêndios florestais.

Ao todo, foram mobilizados 74 bombeiros, apoiados por cinco helicópteros e cinco aviões-hidrante, informou o Serviço de Bombeiros.

A velocidade dos ventos, a 38 km/h, complicam os trabalhos.

A frente do incêndio se estende por “vários quilômetros”, relatou a prefeita de Pentélico, Dimitra Kehaya, também à rádio Skai.

Vários voluntários participam do combate às chamas que, no início da tarde, cercavam as casas, segundo imagens da televisão.

“Ninguém está em perigo”, assegurou, porém, o porta-voz dos Bombeiros, Vassilis Vathrakoyannis, à Skai TV.

A fumaça e seu cheiro característico eram perceptíveis do centro de Atenas, a cerca de 30 km de distância, onde as temperaturas giravam em torno de 38º C.

“O incêndio evolui. Ele se originou em Stamata e se espalhou para Rodopoli. Certamente há danos. Enviamos forças significativas para combater as chamas”, disse Yorgos Patulis, o prefeito da região da Ática, à Skai.

O incêndio atinge precisamente as cidades de Stamata, Rodopoli e Dionisos, ao norte de Atenas.

O tráfego foi interrompido em vários trechos da estrada.



Embora as autoridades não tenham ordenado a evacuação por enquanto, alertaram os moradores por meio de mensagens de alerta por celular para se prepararem “para seguir as instruções”.

“Se você estiver em Stamata, Rodopoli, Ekali, Drosia, Dionysos, feche as chaminés, janelas e portas para evitar a entrada de faíscas”, sublinha a mensagem.

Alguns moradores já deixaram suas casas, segundo a mídia local.

As florestas gregas são vítimas de incêndios todos os anos, alimentadas por fortes ventos.

Em julho de 2018, 102 pessoas morreram na cidade costeira de Mati, perto de Atenas, na pior catástrofe causada por um incêndio neste país mediterrâneo.

O incêndio teve origem na encosta do Pentélico, um dos três montes que circundam a bacia da capital, junto ao Hymeto e ao Parnés.

Grande parte de sua floresta de pinheiros foi devastada por grandes incêndios em 1995 e 1998, abrindo caminho para a construção ilegal de moradias, um fenômeno recorrente na Grécia.

Veja também
+Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, revela que fez cirurgia na vagina
+ Vídeos mostram pessoas preparando saladas com Cheetos no TikTok
+ Mulher e filho de Schumacher falam sobre saúde do ex-piloto
+ Carvão “gourmet” que não suja as mãos vira meme nas rede sociais; ouça
+ Mãe encontra filho de 2 anos morto com bilhete ao lado ao chegar em casa
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago