Meio Ambiente

Incêndio em lixão de pneus na Espanha gera nuvem tóxica


Um enorme incêndio se originou nesta sexta-feira em um gigantesco lixão ilegal de pneus a 50 km de Madri, o maior do país, segundo a imprensa, provocando uma espessa coluna de fumaça preta, disse uma fonte oficial.

O governo da região de Castilla-La Mancha (centro) lançou um plano de emergência na província de Toledo, onde se encontra este lixão denunciado pelos ecologistas, entre os municípios de Valdemoro e Seseña.

O fogo “produziu uma nuvem tóxica que pode afetar uma parte da população da localidade de Seseña”, de 20.000 habitantes, advertiu o governo regional em um comunicado.

As autoridades mobilizaram os bombeiros de Madri, de Toledo e também helicópteros.

“A instalação está afetada agora mesmo em aproximadamente um quinto. São muitas milhares de toneladas que estão acumuladas”, explicou Luis Villarroel, responsável pelos bombeiros de Madri, em um vídeo publicado no Twitter por este corpo.


+ Após cobertura ser arrematada em leilão, Carlinhos Mendigo se recusa deixar propriedade
+ Mulher desaparecida é encontrada dentro de cobra píton
+ Furão é estrela de vídeo que recria cenas do filme Ratatouille



Nele, recomenda que os moradores fechem portas e janelas e tentem se expor o mínimo possível à fumaça.

O alerta chegou à 01h20 local (20h20 de Brasília) de madrugada, disse um porta-voz dos serviços de urgência à AFP. “Não há pessoas afetadas” pelo incêndio, acrescentou.

laf/dbh/mck/ra/ma

Veja também

+ Receita simples de bolo Red Velvet
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS