Notícia

Incêndio em escola mata 17 meninas na Tailândia

Pelo menos 17 garotas morreram enquanto dormiam, no incêndio que se espalhou pelo dormitório de sua escola no norte da Tailândia – informou o coronel de Polícia Prayad Singsin, acrescentando que cinco ficaram feridas, e duas estão desaparecidas.

“O incêndio começou por volta das 23h de domingo (horário local). Dezessete meninas morreram, duas ainda estão desaparecidas, e cinco ficaram feridas”, disse à AFP o coronel de Polícia Prayad Singsin, comandante do distrito de Vingpatao, em Chiang Rai, no norte da Tailândia.

Segundo o policial, a condição de duas meninas é grave.

A escola, que é particular e pertence a uma fundação local, acolhe meninas com idades entre três e 13 anos. Em muitos casos, são garotas pobres das tribos que vivem em uma zona montanhosa muito remota.

“O incêndio já foi apagado, mas as causas ainda estão sendo investigadas”, explicou Prayad.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Várias fotografias da escola publicadas no Facebook mostravam os bombeiros lutando contra as chamas nesse imóvel de dois andares.

A ajuda do governo não costuma chegar à população dessas tribos, o que tem graves consequências para a saúde e para a educação.

ask/apj/tm/tt

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Ticiane Pinheiro posa de maiô decotado e internautas suspeitam de gravidez
+ Denise Dias faz seguro do bumbum: “Meu patrimônio”
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel