Economia

Imprensa britânica toma partido em referendo histórico


Como é tradição no Reino Unido, a imprensa tomou partido no referendo sobre a União Europeia (UE) da próxima quinta-feira, com editoriais publicados nos últimos dias.

A favor da UE:

– The Guardian

O jornal de esquerda The Guardian pediu voto a favor da UE na segunda-feira. “Vote a favor de um país unido, aberto ao mundo, e vote contra uma nação dividida que se fecha em si mesma”, afirmou em um editorial.

O jornal publicou ainda um guia para o leitor convencer amigos e vizinhos.

Sua edição dominical, The Observer, também apoia a permanência na UE.

– The Times

O jornal que é um reduto das tradições pediu no sábado voto pela UE e um trabalho de dentro para reformar o bloco europeu.

“O melhor desenlace do referendo seria uma aliança de nações soberanas da UE, lideradas pelo Reino Unido, dedicadas ao livre comércio e às reformas”, afirmou.

Mas a sua edição dominical, assim como o The Sun, todos de propriedade do magnata australiano Rupert Murdoch, apoiam a saída da UE.

– The Independent

+ Sabrina Sato aparece com micro biquíni e surpreende seguidores

+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça

Apoia a permanência. “Um voto a favor da UE não é um voto covarde e sim confiante; não é um voto para ceder controle, e sim para colaborar em um mundo globalizado”, escreveu em um editorial.

– The Mail on Sunday

A edição dominical do tabloide apoia a permanência na UE “em nome de um Reino Unido mais seguro, livre e próspero” e contra o “salto ao vazio” que poderia empobrecer o país.

“Para que uma Grã-Bretanha moderna brilhe e prospere, temos que trabalhar com, e não contra, nossos sócios europeus”, argumentou.

Contra a UE:

– The Sun

O jornal britânico mais vendido pediu a seus leitores o voto a favor da ruptura com Bruxelas em uma edição com a manchete “BeLEAVE in Britain”, uma contração das palavras “acreditar” (believe) no Reino Unido e “deixar” (leave) a UE.

“Vote a favor da saída e reafirmaremos nossa soberania, abraçando o futuro como uma nação autogovernada, poderosa e invejada por todos”, afirmou o tabloide.

– The Daily Telegraph

O jornal conservador se posicionou nesta terça-feira. “Um mundo de oportunidades aguarda um Reino Unido plenamente independente”.

“Se o referendo desta quinta-feira é uma escolha entre medo e esperança, escolhemos a esperança”.

Sua edição dominical, The Sunday Telegraph, também apoia a saída.

– The Sunday Times

A edição dominical do jornal The Times assumiu uma posição diferente da edição diária.

“Sim, temos que estar preparados para as dificuldades, mas temos que manter a calma”, escreveu em editorial no domingo passado.

“Este referendo pode ser a melhor oportunidade que teremos de colocar um freio a um projeto europeu centralizado”.

eg-nol/fp

Veja também
+ Modelo Suzy Cortez vai ao treino da Argentina dar água de seu banho a Messi
+ Policial militar mata a tiros quatro pessoas em pizzaria de Porto Alegre
+ Mãe de Eliza Samudio diz que Bruno não paga pensão e que filho do goleiro se sente culpado pelo crime
+ Deputado dos EUA sugere mudar órbita da Lua para combater aquecimento
+ Mano Brown se irrita com possível acerto do Santos com volante do Corinthians: ‘Tá tirando’
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago