Comportamento

Imperador japonês admite que imperatriz Masako ainda sofre “altos e baixos”

Imperador japonês admite que imperatriz Masako ainda sofre “altos e baixos”

A saúde da imperatriz Masako é um tema de debate no Japão - Imperial Household Agency/AFP

O imperador japonês Naruhito afirmou que sua esposa, a imperatriz Masako, ainda tem “altos e baixos” em sua luta pela recuperação de uma longa doença induzida pelo estresse relacionado a seus deveres reais.

A saúde de Masako, que mostrou estar suficientemente bem para participar em todas as cerimônias quando Naruhito fez o juramento como imperador no ano passado, é um tema permanente de debate no Japão.

Os japoneses acreditavam em uma recuperação total, pois a imperatriz esteve presente na série de eventos públicos de 2019, mas Naruhito advertiu que Masako “ainda está no caminho da recuperação”.

“Sua condição tem altos e baixos e sua fadiga tende a prolongar-se depois de um grande evento ou quando os eventos acontecem um depois do outro”, afirmou à imprensa em uma entrevista coletiva por ocasião de seu aniversário de 60 anos.

“Quero que ela nunca fique muito exausta, e sim que continue trabalhando no que pode fazer”, disse, ao descrever a esposa como “uma boa conselheira em assuntos privados e oficiais”.

Masako, que estudou em Harvard e Oxford, deixou de lado uma promissora carreira diplomática para casar com Naruhito e entrar na família real em 1993.

Em 2004, o palácio imperial revelou que ela estava recebendo tratamento para um distúrbio de ajustamento induzido pelo estresse, o que a obrigou a ausentar-se de alguns compromissos reais.

A única filha do casal, Aiko, de 18 anos, estudará Literatura Japonesa a partir de abril na Universidade Gakushuin, onde estudou o próprio Naruhito.

Aiko não pode suceder o pai, já que apenas um herdeiro masculino pode ascender ao Trono do Crisântemo.

O irmão mais novo de Naruhito, Akishino, é o primeiro na linha de sucessão ao trono, seguido por seu filho Hisahito, de 13 anos.

Aiko perderia seu status real se casasse com um plebeu. Isto representa o risco de uma crise de sucessão se Hisahito não tiver um filho, mas o imperador se absteve de comentar sobre a regra de exclusividade para os homens.

Ele disse que conversaria sobre a questão com Akishino, mas não citou detalhes,

Um evento público para celebrar seu primeiro aniversário como imperador foi cancelado após o aumento dos temores sobre a propagação do novo coronavírus no Japão.

“Espero que a propagação de infecções pare o mais rápido possível”, disse, antes de afirmar que reza pela recuperação dos pacientes e agradecer aos médicos e enfermeiros.