Geral

Imagens lançam dúvidas sobre acusação de cantor alemão

Imagens lançam dúvidas sobre acusação de cantor alemão

Músico Gil Ofarim disse que foi alvo de antissemitismo em hotel por usar colar com estrela de Davi. Mas jornais apontam que câmeras indicam que ele não estava usando acessório. Caso provocou comoção na Alemanha.Duas semanas após o músico alemão Gil Ofarim acusar um hotel de antissemitismo em Leipzig, no leste da Alemanha, relatos de mídias alemãs neste domingo (17/10) afirmam que a análise das câmeras de segurança da recepção pela polícia gerou dúvidas sobre a versão do caso apresentada pelo músico.

Segundo informações dos jornais Bild am Sonntag e Leipziger Volkszeitung, os investigadores têm “dúvidas consideráveis” se os acontecimentos correspondem à descrição dada por Ofarim, que acusa um funcionário do hotel de pedir para que ele retirasse a estrela de Davi que usava num colar.

De acordo com o jornal Bild am Sonntag, no entanto, as análises dos vídeos de segurança pela polícia de Leipzig revelaram que o cantor não parecia estar usando um colar com uma estrela de Davi visível na ocasião.

Num interrogatório, Ofarim também contou que não tinha mais certeza se estava usando um colar com a estrela de Davi naquela noite. Ao ser confrontado pelo jornal com as imagens das câmeras de segurança, Ofarim afirmou ao periódico que “a frase ['Tire a sua estrela'] veio de trás, e isso significa que alguém me reconheceu”.

“Não se trata aqui do colar [com a estrela de Davi]. Trata-se, na verdade, de algo muito maior. Como sou visto frequentemente na televisão com a estrela de Davi, fui insultado por causa disso”, acrescentou o músico.

O jornal Leipziger Volkszeitung citou investigadores do caso para incitar dúvidas sobre o relato dado por Ofarim. Um dos vídeos das câmeras mostra que o músico estava agitado, mas, como as gravações não têm som por razões de proteção de dados, não está claro o motivo da agitação. Entretanto, o jornal afirma que as imagens não mostram uma corrente com a estrela de Davi.

Um porta-voz do Ministério Público de Leipzig afirmou ao jornal que a análise das imagens por parte dos investigadores ainda não foi concluída. Foram obtidas gravações de diversas câmeras de vigilância e ainda não está claro quais imagens serão relevantes para o caso.

Funcionário teria pedido para retirar estrela de Davi

Num vídeo postado no Instagram, o músico Gil Ofarim, que é judeu e dizia estar usando um colar com a estrela de Davi, afirmou que tentava fazer seu check-in no Hotel Westin Leipzig na noite de segunda-feira (04/10). Ele estava numa longa fila diante da recepção, aparentemente criada por um problema no computador do hotel.

Ofarim relata ter visto que a recepção chamava outras pessoas que também esperavam, atrás dele na fila, enquanto ele era ignorado. “O que está acontecendo? Por que todos estão sendo chamados antes de mim?”, perguntou o músico ao recepcionista.

O funcionário do hotel respondeu que estavam tentando diminuir a fila, mas não reconheceu que Ofarim também estava na fila. “Aí alguém gritou de um canto: 'tire a sua estrela'”, contou o músico, acrescentando que o funcionário da recepção repetiu o pedido, dizendo que, “se você tirá-la, poderá fazer o check-in”.

Comoção na Alemanha

A divulgação do vídeo por Ofarim causou bastante comoção na Alemanha. O Ministério Público analisa as denúncias e diz que recebeu uma reclamação contra o funcionário do hotel por incitação ao ódio por parte de outra pessoa que não estava naquela noite na recepção. Ofarim contou que pretende também denunciar o recepcionista.

O funcionário acusado entrou com uma ação de difamação contra Ofarim. Segundo declarações anteriores da polícia, o recepcionista deu um relato “significativamente diferente” do incidente. O Westin Hotel suspendeu dois funcionários durante o período da investigação.

O hotel em Leipzig também se defendeu das acusações de antissemitismo e contratou um escritório de advocacia para esclarecer a situação por meio das imagens e depoimentos de outros hóspedes. A rede de hotéis cita uma testemunha que estava na recepção do hotel e que não confirma a versão dada pelo músico.

Ofarim, de 39 anos, é filho do músico israelense Abi Ofarim, morto em 2018. Cantor e compositor, Gil Ofarim tocou em duas bandas de rock e gravou músicas em alemão e inglês. Ele também é ator de televisão.

fc (AFP, DPA, ots)


Saiba mais
+ Morre a atriz Noemi Gerbelli, a diretora Olívia da novela 'Carrossel', aos 68 anos
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais