A semana

Imagem de um culto? Não. É uma sessão do Partido Democrata dos EUA

Crédito: BRENDAN SMIALOWSKI

memória Gesto silencioso e potente: o pedido de perdão dos democratas (Crédito: BRENDAN SMIALOWSKI)

Nos últimos dias viu-se nas avenidas de mais de duzentas cidades dos EUA um número incalculável de policiais ajoelhando-se diante daqueles que protestavam contra o assassinato do negro George Floyd por um agente branco. Era uma forma de a polícia pedir perdão. Por que ficar de joelhos? Porque Floyd foi asfixiado pelo joelho do policial que se manteve nessa posição sobre o seu pescoço por nove minutos. Na semana passada, endossando as manifestações de rua, parlamentares do Partido Democrata (não é o do presidente Donald Trump, que é republicano e conservador) repetiram a cena. Mantendo o devido distanciamento social como profilaxia contra a contaminação pelo cornavírus, eles se ajoelharam no Capitólio (sede do Congresso americano), prestando uma homenagem a Floyd. Tomaram parte do evento a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, a senadora Kamala Harris e o líder democrata no senado, Chuck Schumer. Assim que o ato terminou, deu-se início, então, aos debates sobre um projeto-de-lei que tem a finalidade de colocar um ponto final nos desmandos da polícia. Mais: facilita a identificação e o rastreamento de policiais truculentos. Mais ainda: o projeto quer que a Justiça do país seja mais ágil, mais severa e mais imparcial no julgamento de casos como o do assassinato de Floyd. Esse projeto-de-lei é o mais abrangente envolvendo reformas no procedimento e punição de policiais já debatido no Capitólio.

Reparação histórica

Giulia Spadafora
Brian Snyder

O passado já não cabe mais no presente. Assim manifestantes antirracistas na cidade inglesa de Bristol derrubaram a estátua de Edward Colston, mercador de escravos do século 17, e a jogaram no rio Avon. Nas mãos do movimento há uma lista com 80 bustos a serem derrubados. Na quarta-feira 10, em Boston, estátua de Cristóvão Colombo teve a cabeça decepada.

 

Menos dinheiro à polícia

Mayoral Photography Office

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, anunciou que pretende fazer cortes no orçamento da polícia e destinar o dinheiro a serviços sociais que cuidem da população negra carente. O orçamento atual é de US$ 6 bilhões — mais de 6% da receita de toda a cidade (US$ 90 bilhões).

SAÚDE
Governador de São Paulo anuncia que, em breve, os brasileiros terão vacina contra o coronavírus

ROBERTO CASIMIRO

“A ciência é que vai salvar vidas”. Assim, João Doria, governador de São Paulo, iniciou o seu pronunciamento na quinta-feira 11. Sobre qual tema ele iria falar? Pelas palavras empregadas, ficava claro que o assunto era a pandemia. Apenas uma fala a mais? Não! Não mesmo! Com Doria veio o mais aguardado aviso de esperança. Ele anunciou que no mês que vem terá início a fase de testes em voluntários de uma vacina contra o coronavírus, parceria do governo paulista com o Instituto Butantan, um dos mais capacitados em todo o mundo, e com o laboratório chinês Sinovach Biotech. Mais: se os testes forem bem sucedidos e comprovarem eficácia, as vacinas serão distribuídas em todo território nacional. A empresa chinesa, além de parceira, também autorizou a comercialização dessa vacina e o licenciamento da tecnologia para que o Butantan a produza. “A posição do governo de São Paulo é contra a polarização, o que queremos é a solução”, disse o governador. A vacina é composta por vírus inativos: não há chance de a imunização desencadear doença. Ela serve, basicamente, para que o organismo humano crie anticorpos e, consequentemente, fique imune ao vírus. “Hoje é um dia de esperança”, disse Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan. A esperança será ainda mais concreta em 2021, quando começará a produção. A pandemia se quedará feito lembrança e a quinta-feira, dia 11 de junho, entrará para a história do Brasil e da humanidade.

A construção da vacina

1 Introduz-se um coronavírus em uma célula

2 Essa célula passa a ser cultivada em laboratório para que o vírus se autocopie e se multiplique

3 Finalmente, o vírus é inativado e incorporado à vacina

4 Não existe vírus vivo na vacina

CASO MARIELLE
Preso bombeiro que sumiu com as armas do crime

Hermes de Paula

Lá se foram dois anos e três meses e, até agora, a polícia do Rio de Janeiro não teve competência para descobrir o mandante do assassinato da vereadora Marielle Franco e seu motorista, Anderson Gomes. Talvez agora, com a prisão do PM bombeiro Maxwell Simões Corrêa, se avance nessa questão. Ele é suspeito de ter auxiliado na ocultação das armas do crime. Com salário mensal de R$ 10 mil, Corrêa morava em um condomínio de luxo (em região de forte atuação de milícia) — o valor da propriedade, de R$ 2 milhões, é incompatível com seus rendimentos. As armas usadas pelos assassinos desapareceram.

CORRUPÇÃO
Governador do Pará é alvo de operação da PF

Marcos Santos/Ag Pará

Para apurar supostas fraudes na compra de respiradores pulmonares pelo governo do Pará, a Polícia Federal realizou uma ampla operação na quarta-feira 10. Um dos alvos foi o próprio governador do estado, Helder Barbalho (foto). A polícia suspeita de que tenha ocorrido na aquisição dos equipamentos um superfaturamento de pelo menos 86%. Houve busca e apreensão no Palácio dos Despachos, sede do governo. Foram cumpridos 23 mandados em seis estados e Distrito Federal. O relator do caso no STJ, ministro Francisco Falcão, determinou o bloqueio de
R$ 25,2 milhões dos supostos envolvidos.

 

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Veja as motos maxtrail mais vendidas em 2020

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago