Economia

Ilan: dificuldades políticas para independência do BC têm ficado para trás

O presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, disse nesta sexta-feira, 11, que, na sua percepção, as “dificuldades políticas” para aprovar o projeto de lei que dá independência legal para a autoridade monetária têm ficado para atrás.

“As dificuldades políticas, algumas delas, têm ficado para trás”, disse Goldfajn, em rápido discurso de encerramento da cerimônia de lançamento da “Coleção Digital História Contada do Banco Central do Brasil”, na sede da autoridade monetária no Rio.

Goldfajn disse que sua percepção sobre a redução das resistências políticas à independência do BC está baseada em “conversas”. O presidente do BC tem mantido reuniões no Congresso Nacional sobre o projeto de lei que dá independência ao órgão. O ministro da Economia, Paulo Guedes, já demonstrou apoio à ideia.

“Estou um pouco mais otimista de que, dada a independência de facto (que o BC tem hoje), a gente vai ter a independência de jure”, afirmou Goldfajn.

No discurso rápido de encerramento, que não estava previsto inicialmente nem foi escrito, Goldfajn fez breve resumo das palestras de ex-presidente do BC, que trataram de diferentes momentos da história do órgão. “Espero que a inflação alta tenha ficado no passado”, afirmou Goldfajn.

Veja também

+ Toyota Hilux 2021 estreia com novo visual e mais de 200 cv
+ Veja como fazer em casa fondue de chocolate com frutas
+ Jacquin ensina a preparar menu para o Dia dos Namorados
+ Estudo de DNA revela novos segredos dos Manuscritos do Mar Morto
+ Morre Erivan de Lima, lenda nacional do mountain bike brasileiro
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança