Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

O processo de normalização da política monetária dos Estados Unidos está sendo bem comunicado e conduzido de forma prudente pelo Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), disse nesta quinta-feira, 1, o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn.

“Aqui no Brasil nos beneficiamos dessa boa comunicação do Fed, pelo fato que a normalização tem sido suave”, disse ele na sede do BC em São Paulo, que recebeu o presidente da regional de Nova York do Fed, William Dudley, que tem poder de voto permanente nas reuniões do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), que reúne os principais dirigentes do BC dos EUA.

Ilan ressaltou que o Fed teve que iniciar uma série de políticas monetárias extraordinárias após a crise de 2008 para fazer a economia dos Estados Unidos se recuperar. Agora, o importante é monitorar como se normalizam estas políticas, ressaltou ele. Uma delas é a elevação dos juros nos EUA e a outra é a redução do tamanho do balanço do BC norte-americano, que supera US$ 4 trilhões.

Dudley ressaltou que o processo de elevação dos juros vai ser gradual, mesmo se o Fed precisar subir as taxas quatro vezes este ano. O dirigente não quis se comprometer com a quantidade de elevações de juros em 2018 e nem se as taxas voltarão a subir já em março, quando o Fomc volta a se reunir.