Mundo

Igreja na Itália pulicará nova versão do ‘Pai Nosso’

SÃO PAULO, 28 JAN (ANSA) – A Conferência Episcopal da Itália (CEI) publicará sua nova versão do “Pai Nosso”, a oração mais recitada pelos católicos, depois da Páscoa, que em 2020 será celebrada em 12 de abril.   

A alteração, que conta com o aval do papa Francisco, trocará o trecho “non ci indurre in tentazione” (“não nos induza à tentação”, em tradução livre) por “non abbandonarci alla tentazione”, aproximando a oração em italiano da versão em português, que diz “não nos deixeis cair em tentação”.   

O problema nasce da versão em latim (“et ne nos indúcas in tentatiónem”), que, ao ser traduzida para alguns idiomas, transmitia a ideia de que Deus induz os fiéis a pecarem. A Igreja Católica na França enfrentava o mesmo dilema, mas corrigiu a oração em 2017.   

“O missal com a nova versão do Pai Nosso sairá logo depois da Páscoa”, disse o arcebispo de Chieti e Vasto, Bruno Forte, em entrevista à agência italiana AdnKronos. Forte é considerado um dos teólogos mais influentes no Vaticano.   

Segundo o arcebispo, o uso litúrgico do novo “Pai Nosso” começará nas missas de 29 de novembro, primeiro domingo do Advento. (ANSA)