O Instituto Combustível Legal, cujo presidente é o ex-deputado federal Emerson Kapaz, está preparando uma apresentação para o Ministério Público. Kapaz é aquele que foi acusado pelo Ministério Público Federal de receber valores na conta de sua ex-esposa depositados pelo esquema do desvio de verbas na compra de ambulâncias no Governo.

Agora, nessa apresentação do Instituto do Combustível Legal, ele narra sobre os problemas neste setor, inclusive sobre a participação do crime organizado na operação de postos de combustíveis.

A dúvida que fica é se nessa apresentação o ICL vai citar que a maioria dos postos sob gestão da facção PCC e das milícias ostentam as marcas de sua filiadas. E se constará nessa apresentação que a maioria dos postos onde foram constatadas adulteração por Metanol pela Agência Nacional de Petróleo, são os que ostentam essas famosas marcas.


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias