Esportes

Ibrahimovic diz que quase não dormiu “durante seis meses” devido a dores no joelho

Lesionado e com fortes dores, Zlatan Ibrahimovic quase não dormiu “durante seis meses”, mas manteve sua “promessa” de levar o Milan ao ‘Scudetto’, confessou nesta quinta-feira o atacante de 40 anos, que passou por uma cirurgia no joelho na quarta-feira e que ficará afastado dos gramados até 2023.

Um dia após esta intervenção cirúrgica na cidade francesa de Lyon, na qual foi reconstruído o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo e após a qual ficará em recuperação de sete a oito meses, o craque sueco não deu pistas sobre seu futuro, mas admitiu seu drama no Instagram.


“Nos últimos seis meses joguei sem ligamento cruzado anterior”, resumiu Ibrahimovic.

“Joelho inchado durante seis meses. (…) Tomei mais de 20 injeções em seis meses. Tive que retirar fluidos do joelho uma vez por semana durante seis meses. Tomei analgésicos todos os dias durante seis meses. Quase não dormi durante seis meses por causa da dor. Nunca sofri tanto, dentro e fora de campo”, continuou.

O astro sueco já havia passado por uma cirurgia no joelho esquerdo em junho de 2021, o que o fez perder a Eurocopa com a Suécia e atrapalhou seu início de temporada. Nesta temporada ele também perdeu vários jogos devido a problemas no tendão de Aquiles.

O tempo de recuperação anunciado gera incertezas sobre o futuro do ex-atacante do Barcelona e do PSG.

Mas, além de seus problemas, o centroavante se destacou por ter contribuído para o título dos ‘rossoneri’, que conquistou seu 19º ‘scudetto’ no domingo.

“Fiz o impossível ser possível. Na minha cabeça havia apenas um objetivo, permitir que meus companheiros e meu técnico (Stefano Pioli) fossem campeões da Itália porque prometi a eles. Hoje tenho um novo ligamento cruzado anterior e um novo troféu”, concluiu.

jed/smr/iga/psr/aam





Tópicos

fbl ITA SWE