Economia

Ibovespa fecha em queda após Fed projetar alta de juros em 2023

Ibovespa fecha em queda após Fed projetar alta de juros em 2023

B3 em São Paulo


Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) – O Ibovespa fechou em queda nesta quarta-feira, ficando abaixo dos 129 mil pontos no pior momento, após o Federal Reserve antecipar para 2023 projeção da primeira alta dos juros nos Estados Unidos desde o começo da pandemia da Covid-19.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa recuou 0,64%, a 129.259,49 pontos, em dia também marcado pelos vencimentos dos contratos de opções sobre o Ibovespa e do índice futuro.

O volume financeiro somou 91 bilhões de reais.

O banco central dos Estados Unidos manteve a taxa de juros de curto prazo próxima de zero e informou que continuará a comprar mensalmente 120 bilhões de dólares em títulos para alimentar a recuperação econômica.

Mas uma maioria no Fed estimou pelo menos dois aumentos nas taxas de juros norte-americanas para 2023. Anteriormente, as projeções apontavam para uma primeira elevação apenas em 2024.

Na visão da economista-chefe da Grimper Capital, Mariam Dayoub, o mercado não esperava tal mudança nas projeções, o que explica a reação negativa na bolsa. Na mínima, o Ibovespa chegou a 128.345,03 pontos.

Ela citou que nos discursos entre as reuniões do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) não havia ficado claro que algumas autoridades do BC norte-americano estavam mudando seus cenários. Esse mudança, para Dayoub, não é necessariamente negativa e o efeito no mercado deve ser temporário.

O aumento no número de membros do Fed que acreditam em um risco de inflação para cima também foi destacado pela líder de alocação na Blue3 Marina Braga.

“É uma questão que está realmente preocupando”, afirmou, citando que persistem os questionamentos se a inflação de fato é algo pontual e relacionado à pandemia ou se deve continuar em um nível mais elevado mesmo depois da vacinação.

Nos EUA, o norte-americano S&P 500 caiu 0,54%.

Nesta noite será a vez de o Banco Central brasileiro anunciar decisão para a Selic, hoje em 3,5% ao ano. A previsão, segundo pesquisa Reuters, é de alta de 0,75 ponto percentual.

DESTAQUES

– VALE ON recuou 3%, com o setor de mineração e siderurgia como um todo fechando em queda, na esteira da baixa dos preços futuros do minério de ferro na China, com o aumento nos embarques de grandes países fornecedores.

– PETROBRAS PN subiu 0,38%, com o Brent fechando o dia em alta de 0,54%. O conselho de administração da empresa autorizou convocar assembleia para nova eleger conselheiros.

– EMBRAER ON teve baixa de 4,4%, numa correção, após fechar a terça-feira na máxima desde janeiro de 2019. Os papéis acumulam elevação de 18,29% no mês e de 130,96% no ano.

– BANCO INTER UNIT avançou 5,49%, ensaiando uma recuperação, após recuar 8,75% no mês até a véspera. Na véspera, o banco digital anunciou detalhes para uma oferta de units, que deve ter seu resultado na próxima semana.

– ITAÚ UNIBANCO PN e BRADESCO PN subiram 1,99% e 0,5%, respectivamente, com bancos do Ibovespa como um todo fechando no azul.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH5F1AW-BASEIMAGE

Veja também
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ 15 cores de armários de cozinha que nunca sairão de moda
+ Conheça Emily Ratajkowski a modelo inglesa com mais de 28 milhões de seguidores
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

Tópicos

Updated