Economia

IBGE recebe aval da Economia para contratar até 6.500 profissionais temporários


O Ministério da Economia autorizou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a contratar, por tempo determinado, até 6.500 profissionais para operacionalização das pesquisas permanentes de natureza estatística e geocientífica do órgão.

Os contratos poderão ser formalizados a partir de janeiro de 2021, “mediante disponibilidade de dotações orçamentárias específicas”, e a remuneração dos profissionais será definida pelo IBGE.

As vagas são destinadas para funções de agente de pesquisas e mapeamento, supervisor de coleta e qualidade, agente de pesquisas por telefone e supervisor de pesquisas.

Conforme portaria divulgada no Diário Oficial da União (DOU), o recrutamento dos profissionais dependerá de prévia aprovação dos candidatos em processo seletivo simplificado.

O prazo para publicação do edital de abertura do concurso será de até seis meses, a partir da portaria desta sexta-feira.

A duração dos contratos deverá ser de até um ano, prazo que pode ser prorrogado, desde que devidamente justificado.

+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Deputado dos EUA sugere mudar órbita da Lua para combater aquecimento
+ Ex-parceiro de Cristiano Araújo é encontrado morto
+ Policial militar mata a tiros quatro pessoas em pizzaria de Porto Alegre
+ Sérgio Mallandro diz que atrapalhou sexo de Xuxa com Ayrton Senna
+ Mano Brown se irrita com possível acerto do Santos com volante do Corinthians: ‘Tá tirando’
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago