Mundo

Hospital de Berlim informa que Navalny teve ‘leve melhora’

Crédito: AFP/Arquivos

(Arquivo) O opositor russo Alexei Navalny em Moscou em setembro de 2019 (Crédito: AFP/Arquivos)

BERLIM, 28 AGO (ANSA) – O hospital Charitè, em Berlim, divulgou nesta quinta-feira (28) um novo boletim médico sobre o estado de saúde do líder da oposição russa, Alexei Navalny, e informou que ele apresentou “alguma melhora” em sua condição.

“Houve alguma melhora nos sintomas causados pela ingestão de uma substância do grupo dos inibidores da colinesterase”, disseram os médicos ressaltando que Navalny continua em coma induzido e respirando com a ajuda de aparelhos.

Os alemães não têm dúvidas de que o opositor de Vladimir Putin foi envenenado, mas ainda não conseguiram comprovar qual neurotoxina foi usada. O mais provável é que ela já tenha desaparecido do corpo dele e que, talvez, nunca se saiba com certeza o que causou os danos.

Por sua vez, o governo russo cobrou explicações da Alemanha sobre o que levou os especialistas a confirmarem o uso de substância tóxica, pois os médicos russos não confirmam a possibilidade de envenenamento.

Navalny foi internado às pressas no dia 20 de agosto no hospital de emergência de Omsk, na Rússia, após passar mal durante um voo entre a Sibéria e Moscou. O mais provável, segundo uma versão inicial dos próprios médicos russos – que depois voltaram atrás – é que ele tenha sido envenenado ao tomar um chá no aeroporto antes da viagem.

Após pedidos da família, o russo foi transferido para o hospital de Berlim no dia 23 de agosto, já que eles alegavam que a estrutura na Rússia não tinha capacidade para tratar de uma suspeita de envenenamento.

A polícia dos transportes chegou a abrir uma investigação preliminar sobre o caso, mas o Kremlin nega que fará uma investigação formal até que se prove que existia alguma substância tóxica no corpo de Navalny. (ANSA).

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel