Mundo

Homem tenta matar cachorro de fome para se vingar de ex-mulher

Crédito: Reprodução

Um homem acorrentou e deixou de alimentar um cachorro por dois anos para se vingar da ex-mulher em Oklahoma, nos Estados Unidos. O cão, da raça husky siberiano, foi resgatado por ativistas da Pet Angels Rescue que divulgaram um vídeo do cachorro Finn mostrando a transformação do animal após ser tratado.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

No vídeo, os ativistas contaram sobre o dia do resgate. “Assim que paramos, nós meio que olhamos um para o outro, nós simplesmente perdemos o controle. Ele era um saco de ossos, quase não tinha pelos. Foi pura negligência.”

De acordo com a ong, o dono havia comprado o husky siberiano dias antes da esposa pedir o divórcio. Após a recuperação do cão, os salvadores de Finn dizem acreditar que essa foi provavelmente a primeira vez em sua vida que ele recebeu atenção. Ainda conforme o Pet Angels, o cachorro já tem um novo lar.

https://www.facebook.com/thedodosite/videos/993233457779509

 

Veja também

+Após ficar internada, mulher descobre traição da mãe com seu marido: ‘Agora estão casados’

+ Por decisão judicial, Ciro Gomes tem imóvel penhorado em processo com Collor

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea