Geral

Homem mata namorada e usa rede social da vítima para enganar familiares

Crédito: Reprodução/Facebook

Sílvio Adão, de 38 anos, responsável por matar a namorada Nilceia Ferreira, de 39 anos, com golpes de canivete no pescoço, utilizou uma rede social da vítima para tentar enganar os familiares e amigos da mulher, na tentativa de justificar o sumiço dela. O caso aconteceu em Itatinga, no interior de São Paulo.

Morta no dia 09 de maio, Nilceia supostamente publicou uma mensagem no Facebook no dia 11 do mesmo mês. “Bom dia a todos, estou com Covid. Que o Senhor nos abençoe, se Deus quiser vai dar tudo certo”, escreveu. O conteúdo, porém, foi escrito pelo acusado, que ainda utilizou-se de seu perfil pessoal para comentar a publicação. “Vamos vencer juntos, amor”, pontuou Sílvio.

A farsa, contudo, não durou muito tempo. Familiares de Nilceia registraram um boletim de ocorrência pelo seu sumiço no dia 10 de maio e, desde então, a polícia investigava o caso.

Inicialmente, Adão foi preso por não pagar pensão de um filho que ele tem de outro relacionamento. Porém, ao ser questionado na delegacia sobre o sumiço de Nilceia, ela confessou que assassinou a vítima.

Veja também
+ Joice Hasselmann aparece com fraturas e diz acreditar ter sido vítima de ‘atentado’
+ Pintor é expulso de rodízio por comer 15 pratos de massa; assista
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago