Geral

Homem é preso por armazenar conteúdo de pedofilia

Crédito: Reprodução/Record TV Rio

Nesta quarta-feira (25), um enfermeiro, de 50 anos, foi preso em flagrante por armazenar conteúdo pornográfico infantil em Cachambi, zona norte do Rio de Janeiro.

O suspeito é o único alvo na megaoperação da Polícia Federal no Estado do Rio de Janeiro. A ação organizada pela Polícia Civil de São Paulo cumpria 219 mandados de busca e apreensão em quatro estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Até o momento, pelo menos 40 pessoas já foram presas.

A delegada Paula Mary, em entrevista à Record TV Rio, revelou que com o suspeito foram encontradas uma série de arquivos com cenas de violência sexual contra crianças.

A operação conhecida como ‘Black Dolphin’ tem como objetivo localizar arquivos digitais compartilhados na Deepweb, conhecida como “internet invisível”, onde acontecem atividades ilegais.

De acordo com a polícia, a investigação já ajudou a revelar uma rede de pedófilos que produzem, vendem e compram vídeos de crianças em situações sexuais, inclusive com envolvimento em tráfico para exploração sexual.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Ticiane Pinheiro posa de maiô decotado e internautas suspeitam de gravidez
+ Denise Dias faz seguro do bumbum: “Meu patrimônio”
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel