Notícia

Homem é acusado de tentativa de homicídio contra Trump

O americano Michael Sandford, de 19 anos, foi acusado de tentar apanhar a arma de um policial em um comício do virtual candidato republicano à Casa Branca Donald Trump no fim de semana, em Las Vegas, para tentar matá-lo.

Segundo documentos judiciais, Michael Sandford tentou desarmar o policial no comício de 18 de junho no Teatro Mystere, no cassino Treasure Island, antes de ser dominado.


“Sandford revelou ter feito um esforço consciente para vir a Las Vegas para matar Trump”, de acordo com a acusação apresentada por um agente do Serviço Secreto, em um tribunal federal de Nevada.

O Serviço Secreto é responsável pela segurança do presidente e de outras personalidades, entre elas os candidatos à Casa Branca.

“Sandford admitiu que provavelmente só seria capaz de disparar uma ou duas vezes e afirmou que estava convencido de que seria morto pelas forças da ordem ao atentar contra a vida de Trump”, acrescenta.

De acordo com a fonte, Sandford, que tem carteira de motorista britânica, contou aos investigadores ter comprado ingressos para um comício em Phoenix, no Arizona, onde “tentaria novamente matar Trump”, caso seu plano em Las Vegas fracassasse.

Ainda segundo a acusação, Sandford se aproximou do agente do Serviço Secreto Ameel Jacob, afirmando que queria “pedir um autógrafo a Trump” e, depois, “tentou se apoderar de sua arma”.

Uma porta-voz do gabinete da Procuradoria de Las Vegas disse que o jovem compareceria à Justiça ainda hoje, acusado de ato de violência em um lugar privado.

jz/oh/mvv/tt/lr