Geral

Homem com pés amputados por tumor comemora correr com o filho pela primeira vez

Crédito: Reprodução

Alexander Helander é um sueco de 29 anos, que mesmo sendo bem jovem, passou por um problema muito sério: teve que amputar parte das pernas por causa de tumores de tamanho de bolas de golfe que cresciam em seus pés. Mesmo com diversos tratamentos, Alexander não conseguia melhorar, e sentia muita dor. Foi aí que ele decidiu amputar as partes para se livrar do problema.

Mariana Goldfarb flagra Cauã Reymond praticando exercício

Chris Hemsworth chama atenção com corpo musculoso ao levantar peso

Em entrevista ao jornal Mirror, ele disse que viu a doença avançando de suas mãos até seus pés. “Tínhamos tentado todos os tratamentos e nada funcionou”, contou. Mesmo com os médicos avisando que seria arriscado realizar as amputações, ele quis tentar a sorte para pelo menos ter uma chance de vivenciar momentos especiais com o filho, que era recém nascido na época (2018).

Depois do tempo de recuperação e muita fisioterapia, Alexander hoje usa próteses e pode andar com seu filho, comemorando o que antes seria impossível. Ele confessou que as amputações foram a melhor decisão de sua vida, e agora, ele e a esposa esperam mais um filho.

Reprodução

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Idoso morre após dormir ao volante e capotar veículo em Douradoquara; neto ficou ferido
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel