Geral

Homem agride ex-mulher e bebê de dois meses depois de discussão

Crédito: Reprodução

Foi instaurado um inquérito, pela Polícia Civil, para investigar um homem que é suspeito de agredir a ex-mulher, de 28 anos, e a filha de dois meses em Pedregulho, São Paulo, na última segunda-feira (20).

De acordo com o portal de notícias G1, mãe e filha não precisaram de atendimento médico, mas o suspeito não foi preso. “Ele veio para trazer o resto das minhas coisas que estavam lá na casa dele, já chegou jogando minhas coisas no chão. Ele surtou, disse que a neném não era dele e veio me agredir com a menina no colo, chegou a machucar ela”, disse.

O investigado é um autônomo de 35 anos e ainda não tinha sido intimado até esta quinta-feira (23). De acordo com a dona de casa que sofreu a agressão, ela viveu por dois anos com o comerciante, com quem teve a menina. Segundo ela, as agressões eram frequentes.

“O meu relacionamento com ele sempre foi muito abusivo, tudo que fazia pra ele nada estava bom, até chegar ao ponto de agredir minhas filhas”, disse. De acordo com ela, o suspeito também foi violento com a enteada de dois anos, além de ter importunado outra enteada, de 12 anos.

“Uma vez ele sufocou a mais nova, chegou a puxar o cabelo dela”, afirmou. De acordo com a Polícia Civil, ele já tinha sido detido anteriormente por causa das agressões contra a ex-mulher. Porém, ele tinha sido liberado pela Justiça mediante imposição de medida protetiva de urgência.