Economia

Hermes Pardini atinge marca de 3 milhões de exames de covid-19 no País em março


O Instituto Hermes Pardini alcançou a marca de 3 milhões de exames de covid-19 no Brasil no início de março. Segundo o grupo, houve crescimento de 21,6% no número de exames de RT-PCR realizados em todo Brasil em comparação com as últimas quatro semanas anteriores (entre fevereiro e março).

Na última semana, houve uma redução de 33,3% em relação à semana anterior. “Sendo assim, nesse período confirmamos o início da redução do número de exames de RT-PCR dentro dos laboratórios parceiros e lojas próprias do Pardini”, afirma a companhia em fato relevante.

O Hermes Pardini destaca que identificou queda de 0,4 ponto porcentual (p.p) na média de resultados positivos em relação à média das últimas quatro semanas anteriores. A semana fechou com porcentual de 29% de exames que testaram positivo para a covid-19.

Regiões

A região Norte foi proporcionalmente a que mais reduziu em volume de testes em relação à média nacional na última semana, de 46,7%. Considerando as últimas quatro semanas, o volume dos testes aumentou 31%. Já o índice de casos, mesmo apresentando redução de 10,9 p.p em relação à média das quatro semanas anteriores, na última semana atingiu a maior taxa em relação à média, fechando com 35,7%,


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



Com a menor taxa de positividade, em relação à média nacional, na última semana, o Centro-Oeste atingiu 24,4%. O dado representa redução de 7,3 p.p em relação à média das quatro semanas anteriores. Contudo, a empresa identificou uma redução de 40,8% em volume de testes em relação à semana anterior. Nas últimas quatro semanas, a região apresentou crescimento de 10% em relação às últimas quatro semanas anteriores.

O Sul foi a região que mais reduziu o volume de testes em relação à média nacional. Na última semana, foi identificada redução de 36,5% em volume de testes em relação à semana anterior e queda de 32% em relação às últimas quatro semanas anteriores. A positividade na última semana foi de 28,4% , o que representou redução de 11,7 p.p. Essa foi a maior redução de positividade em relação à média das quatro semanas anteriores, segundo a companhia.

A região Sudeste apresentou redução de 22,3% em volume de testes em relação à média nacional na última semana, e segue apresentando redução de 4,2% relação às últimas quatro semanas anteriores. Já a positividade na última semana foi de 34,5%, redução de 1,9 p.p em relação à média das quatro semanas anteriores.

Por fim, nas últimas quatro semanas, o Nordeste apresentou crescimento de 33,6% em número de testes, em relação às últimas quatro semanas anteriores. “Apesar de ser a região com maior número de testes realizados, identificamos queda de 32,4% em volume de testes em relação à semana anterior. A positividade na última semana foi de 28,3%, um indicador de redução de 4,5 p.p em relação à média das quatro semanas anteriores”, conclui o Grupo Pardini.

Veja também

+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS