Brasil

Hemocentro muda protocolo de doação de sangue de homens LGBT após decisão do STF

Crédito: Márcia Neri/ Divulgação

Hemocentro de Brasília (Crédito: Márcia Neri/ Divulgação)


A Fundação Hemocentro de Brasília (FHB) alterou as normas e agora as doações de sangue de homens LGBTs serão permitidas. O antigo protocolo indicava que doadores que tiveram relação com outros homens nos últimos 12 meses não poderiam doar sangue, conforme apuração do G1.

Com a intervenção do Supremo Tribunal Federal (STF), as regras foram alteradas. Além da retirada da pergunta sobre a sexualidade do grupo do questionário.

“Homens gays com vida sexual ativa poderão doar sangue e serão submetidos à triagem clínica”, disse o Hemocentro.

A decisão do Supremo foi proferida no último dia 8 de maio. Na ocasião, o ministro Edson Fachin, relator do caso, considerou a medida uma “discriminação injustificada”.

“Orientação sexual não contamina ninguém. O preconceito, sim”, disse o ministro.

Veja também
+ Joice Hasselmann aparece com fraturas e diz acreditar ter sido vítima de ‘atentado’
+ Pintor é expulso de rodízio por comer 15 pratos de massa; assista
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago