Brasil

Helicóptero da PM que caiu na Baía de Guanabara tinha marcas de tiro

Crédito: Reprodução/TV Globo

O helicóptero da Polícia Militar que caiu na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, na última segunda-feira (14), tinha marcas de tiros. O acidente causou a morte de um policial e deixou outras três pessoas feridas. As informações são da TV Globo e do G1.

De acordo com as imagens obtidas, existem cinco furos na fuselagem do helicóptero. Não é possível, no entanto, garantir que os tiros acertaram a aeronave no dia em que ela caiu na Baía de Guanabara. Somente a perícia, que já está sendo realizada, poderá determinar a causa da queda.

No dia do acidente, a Polícia Militar do Rio de Janeiro declarou que a aeronave realizava um patrulhamento na Linha Vermelha e precisou fazer um pouso forçado na água. A Agência Nacional de Aviação Civil afirmou que a revisão anual do helicóptero venceria no dia 31 de janeiro e que ele não tinha caixa preta.