Mundo

Hamon vence primária socialista na França

SÃO PAULO, 30 JAN (ANSA) – Como já era esperado, Benoit Hamon, de 49 anos, venceu o segundo turno das primárias do Partido Socialista na França neste domingo, dia 29, e será o candidato da legenda nas eleições do próximo 23 de abril.   

Hamon, que já havia derrotado o ex-primeiro-ministro do país Manuel Valls no primeiro turno, venceu as primárias com 58,6% dos votos contra 41,35% do ex-premier de 54 anos, que havia anunciado oficialmente sua candidatura com a declaração do atual mandatário francês, François Hollande, de que ele não tentaria a reeleição.   


O político, que critica a guinada liberal do governo do país e defende um “novo modelo de desenvolvimento”, agora terá que enfrentar os candidatos de direita Marine Le Pen, da extremista Frente Nacional (FN), e François Fillon, o favorito do partido Republicanos.   

Segundo as últimas pesquisas de intenção de voto do país, no entanto, Hamon, que na sua campanha afirmou querer implementar um programa “totalmente à esquerda” voltado a viezes sociais e ambientalistas, não tem grandes chances de passar para o segundo turno das eleições francesas, que acontecerão em 8 de maio e que devem ser disputadas por Fillon e Le Pen.   

Se Hamon não conseguir impulsionar a sua campanha nos próximos três meses, a esquerda deverá ficar de fora do segundo turno na França, repetindo a situação política de 2002, quando o candidato de extrema-direita Jean-Marie Le Pen, pai de Marine, eliminou o então representante socialista ainda no primeiro turno. (ANSA)





Mundo

Hamon vence primária socialista na França

SÃO PAULO, 30 JAN (ANSA) – Como já era esperado, Benoit Hamon, de 49 anos, venceu o segundo turno das primárias do Partido Socialista na França neste domingo, dia 29, e será o candidato da legenda nas eleições do próximo 23 de abril.   

Hamon, que já havia derrotado o ex-primeiro-ministro do país Manuel Valls no primeiro turno, venceu as primárias com 58,6% dos votos contra 41,35% do ex-premier de 54 anos, que havia anunciado oficialmente sua candidatura com a declaração do atual mandatário francês, François Hollande, de que ele não tentaria a reeleição.   


O político, que critica a guinada liberal do governo do país e defende um “novo modelo de desenvolvimento”, agora terá que enfrentar os candidatos de direita Marine Le Pen, da extremista Frente Nacional (FN), e François Fillon, o favorito do partido Republicanos.   

Segundo as últimas pesquisas de intenção de voto do país, no entanto, Hamon, que na sua campanha afirmou querer implementar um programa “totalmente à esquerda” voltado a viezes sociais e ambientalistas, não tem grandes chances de passar para o segundo turno das eleições francesas, que acontecerão em 8 de maio e que devem ser disputadas por Fillon e Le Pen.   

Se Hamon não conseguir impulsionar a sua campanha nos próximos três meses, a esquerda deverá ficar de fora do segundo turno na França, repetindo a situação política de 2002, quando o candidato de extrema-direita Jean-Marie Le Pen, pai de Marine, eliminou o então representante socialista ainda no primeiro turno. (ANSA)





Mundo

Hamon vence primária socialista na França

SÃO PAULO, 30 JAN (ANSA) – Como já era esperado, Benoit Hamon, de 49 anos, venceu o segundo turno das primárias do Partido Socialista na França neste domingo, dia 29, e será o candidato da legenda nas eleições do próximo 23 de abril.   

Hamon, que já havia derrotado o ex-primeiro-ministro do país Manuel Valls no primeiro turno, venceu as primárias com 58,6% dos votos contra 41,35% do ex-premier de 54 anos, que havia anunciado oficialmente sua candidatura com a declaração do atual mandatário francês, François Hollande, de que ele não tentaria a reeleição.   


O político, que critica a guinada liberal do governo do país e defende um “novo modelo de desenvolvimento”, agora terá que enfrentar os candidatos de direita Marine Le Pen, da extremista Frente Nacional (FN), e François Fillon, o favorito do partido Republicanos.   

Segundo as últimas pesquisas de intenção de voto do país, no entanto, Hamon, que na sua campanha afirmou querer implementar um programa “totalmente à esquerda” voltado a viezes sociais e ambientalistas, não tem grandes chances de passar para o segundo turno das eleições francesas, que acontecerão em 8 de maio e que devem ser disputadas por Fillon e Le Pen.   

Se Hamon não conseguir impulsionar a sua campanha nos próximos três meses, a esquerda deverá ficar de fora do segundo turno na França, repetindo a situação política de 2002, quando o candidato de extrema-direita Jean-Marie Le Pen, pai de Marine, eliminou o então representante socialista ainda no primeiro turno. (ANSA)





Mundo

Hamon vence primária socialista na França

SÃO PAULO, 30 JAN (ANSA) – Como já era esperado, Benoit Hamon, de 49 anos, venceu o segundo turno das primárias do Partido Socialista na França neste domingo, dia 29, e será o candidato da legenda nas eleições do próximo 23 de abril.   

Hamon, que já havia derrotado o ex-primeiro-ministro do país Manuel Valls no primeiro turno, venceu as primárias com 58,6% dos votos contra 41,35% do ex-premier de 54 anos, que havia anunciado oficialmente sua candidatura com a declaração do atual mandatário francês, François Hollande, de que ele não tentaria a reeleição.   


O político, que critica a guinada liberal do governo do país e defende um “novo modelo de desenvolvimento”, agora terá que enfrentar os candidatos de direita Marine Le Pen, da extremista Frente Nacional (FN), e François Fillon, o favorito do partido Republicanos.   

Segundo as últimas pesquisas de intenção de voto do país, no entanto, Hamon, que na sua campanha afirmou querer implementar um programa “totalmente à esquerda” voltado a viezes sociais e ambientalistas, não tem grandes chances de passar para o segundo turno das eleições francesas, que acontecerão em 8 de maio e que devem ser disputadas por Fillon e Le Pen.   

Se Hamon não conseguir impulsionar a sua campanha nos próximos três meses, a esquerda deverá ficar de fora do segundo turno na França, repetindo a situação política de 2002, quando o candidato de extrema-direita Jean-Marie Le Pen, pai de Marine, eliminou o então representante socialista ainda no primeiro turno. (ANSA)





Mundo

Hamon vence primária socialista na França

SÃO PAULO, 30 JAN (ANSA) – Como já era esperado, Benoit Hamon, de 49 anos, venceu o segundo turno das primárias do Partido Socialista na França neste domingo, dia 29, e será o candidato da legenda nas eleições do próximo 23 de abril.   

Hamon, que já havia derrotado o ex-primeiro-ministro do país Manuel Valls no primeiro turno, venceu as primárias com 58,6% dos votos contra 41,35% do ex-premier de 54 anos, que havia anunciado oficialmente sua candidatura com a declaração do atual mandatário francês, François Hollande, de que ele não tentaria a reeleição.   


O político, que critica a guinada liberal do governo do país e defende um “novo modelo de desenvolvimento”, agora terá que enfrentar os candidatos de direita Marine Le Pen, da extremista Frente Nacional (FN), e François Fillon, o favorito do partido Republicanos.   

Segundo as últimas pesquisas de intenção de voto do país, no entanto, Hamon, que na sua campanha afirmou querer implementar um programa “totalmente à esquerda” voltado a viezes sociais e ambientalistas, não tem grandes chances de passar para o segundo turno das eleições francesas, que acontecerão em 8 de maio e que devem ser disputadas por Fillon e Le Pen.   

Se Hamon não conseguir impulsionar a sua campanha nos próximos três meses, a esquerda deverá ficar de fora do segundo turno na França, repetindo a situação política de 2002, quando o candidato de extrema-direita Jean-Marie Le Pen, pai de Marine, eliminou o então representante socialista ainda no primeiro turno. (ANSA)





Mundo

Hamon vence primária socialista na França

SÃO PAULO, 30 JAN (ANSA) – Como já era esperado, Benoit Hamon, de 49 anos, venceu o segundo turno das primárias do Partido Socialista na França neste domingo, dia 29, e será o candidato da legenda nas eleições do próximo 23 de abril.   

Hamon, que já havia derrotado o ex-primeiro-ministro do país Manuel Valls no primeiro turno, venceu as primárias com 58,6% dos votos contra 41,35% do ex-premier de 54 anos, que havia anunciado oficialmente sua candidatura com a declaração do atual mandatário francês, François Hollande, de que ele não tentaria a reeleição.   


O político, que critica a guinada liberal do governo do país e defende um “novo modelo de desenvolvimento”, agora terá que enfrentar os candidatos de direita Marine Le Pen, da extremista Frente Nacional (FN), e François Fillon, o favorito do partido Republicanos.   

Segundo as últimas pesquisas de intenção de voto do país, no entanto, Hamon, que na sua campanha afirmou querer implementar um programa “totalmente à esquerda” voltado a viezes sociais e ambientalistas, não tem grandes chances de passar para o segundo turno das eleições francesas, que acontecerão em 8 de maio e que devem ser disputadas por Fillon e Le Pen.   

Se Hamon não conseguir impulsionar a sua campanha nos próximos três meses, a esquerda deverá ficar de fora do segundo turno na França, repetindo a situação política de 2002, quando o candidato de extrema-direita Jean-Marie Le Pen, pai de Marine, eliminou o então representante socialista ainda no primeiro turno. (ANSA)





Mundo

Hamon vence primária socialista na França

SÃO PAULO, 30 JAN (ANSA) – Como já era esperado, Benoit Hamon, de 49 anos, venceu o segundo turno das primárias do Partido Socialista na França neste domingo, dia 29, e será o candidato da legenda nas eleições do próximo 23 de abril.   

Hamon, que já havia derrotado o ex-primeiro-ministro do país Manuel Valls no primeiro turno, venceu as primárias com 58,6% dos votos contra 41,35% do ex-premier de 54 anos, que havia anunciado oficialmente sua candidatura com a declaração do atual mandatário francês, François Hollande, de que ele não tentaria a reeleição.   


O político, que critica a guinada liberal do governo do país e defende um “novo modelo de desenvolvimento”, agora terá que enfrentar os candidatos de direita Marine Le Pen, da extremista Frente Nacional (FN), e François Fillon, o favorito do partido Republicanos.   

Segundo as últimas pesquisas de intenção de voto do país, no entanto, Hamon, que na sua campanha afirmou querer implementar um programa “totalmente à esquerda” voltado a viezes sociais e ambientalistas, não tem grandes chances de passar para o segundo turno das eleições francesas, que acontecerão em 8 de maio e que devem ser disputadas por Fillon e Le Pen.   

Se Hamon não conseguir impulsionar a sua campanha nos próximos três meses, a esquerda deverá ficar de fora do segundo turno na França, repetindo a situação política de 2002, quando o candidato de extrema-direita Jean-Marie Le Pen, pai de Marine, eliminou o então representante socialista ainda no primeiro turno. (ANSA)





Mundo

Hamon vence primária socialista na França

SÃO PAULO, 30 JAN (ANSA) – Como já era esperado, Benoit Hamon, de 49 anos, venceu o segundo turno das primárias do Partido Socialista na França neste domingo, dia 29, e será o candidato da legenda nas eleições do próximo 23 de abril.   

Hamon, que já havia derrotado o ex-primeiro-ministro do país Manuel Valls no primeiro turno, venceu as primárias com 58,6% dos votos contra 41,35% do ex-premier de 54 anos, que havia anunciado oficialmente sua candidatura com a declaração do atual mandatário francês, François Hollande, de que ele não tentaria a reeleição.   


O político, que critica a guinada liberal do governo do país e defende um “novo modelo de desenvolvimento”, agora terá que enfrentar os candidatos de direita Marine Le Pen, da extremista Frente Nacional (FN), e François Fillon, o favorito do partido Republicanos.   

Segundo as últimas pesquisas de intenção de voto do país, no entanto, Hamon, que na sua campanha afirmou querer implementar um programa “totalmente à esquerda” voltado a viezes sociais e ambientalistas, não tem grandes chances de passar para o segundo turno das eleições francesas, que acontecerão em 8 de maio e que devem ser disputadas por Fillon e Le Pen.   

Se Hamon não conseguir impulsionar a sua campanha nos próximos três meses, a esquerda deverá ficar de fora do segundo turno na França, repetindo a situação política de 2002, quando o candidato de extrema-direita Jean-Marie Le Pen, pai de Marine, eliminou o então representante socialista ainda no primeiro turno. (ANSA)





Mundo

Hamon vence primária socialista na França

SÃO PAULO, 30 JAN (ANSA) – Como já era esperado, Benoit Hamon, de 49 anos, venceu o segundo turno das primárias do Partido Socialista na França neste domingo, dia 29, e será o candidato da legenda nas eleições do próximo 23 de abril.   

Hamon, que já havia derrotado o ex-primeiro-ministro do país Manuel Valls no primeiro turno, venceu as primárias com 58,6% dos votos contra 41,35% do ex-premier de 54 anos, que havia anunciado oficialmente sua candidatura com a declaração do atual mandatário francês, François Hollande, de que ele não tentaria a reeleição.   


O político, que critica a guinada liberal do governo do país e defende um “novo modelo de desenvolvimento”, agora terá que enfrentar os candidatos de direita Marine Le Pen, da extremista Frente Nacional (FN), e François Fillon, o favorito do partido Republicanos.   

Segundo as últimas pesquisas de intenção de voto do país, no entanto, Hamon, que na sua campanha afirmou querer implementar um programa “totalmente à esquerda” voltado a viezes sociais e ambientalistas, não tem grandes chances de passar para o segundo turno das eleições francesas, que acontecerão em 8 de maio e que devem ser disputadas por Fillon e Le Pen.   

Se Hamon não conseguir impulsionar a sua campanha nos próximos três meses, a esquerda deverá ficar de fora do segundo turno na França, repetindo a situação política de 2002, quando o candidato de extrema-direita Jean-Marie Le Pen, pai de Marine, eliminou o então representante socialista ainda no primeiro turno. (ANSA)





Copyright © 2022 - Três Editorial Ltda.
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento: A Três Comércio de Publicações Ltda., empresa responsável pela comercialização das revistas da Três Editorial, informa aos seus consumidores que não realiza cobranças e que também não oferece o cancelamento do contrato de assinatura mediante o pagamento de qualquer valor, tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A empresa não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças.