O piloto britânico Lewis Hamilton liderou os treinos livres do Grande Prêmio da Espanha de Fórmula 1 na tarde desta sexta-feira (21), em Montmeló, onde confirmou a melhoria da Mercedes nas últimas semanas.

O heptacampeão mundial de Fórmula 1, que assinará com a Ferrari na próxima temporada, ficou à frente do espanhol Carlos Sainz (Ferrari) e do britânico Lando Norris (McLaren).

Hamilton superou Sainz em apenas 22 milésimos de segundo e seu compatriota Norris em 55 milésimos.

A segunda rodada dos treinos foi especialmente acirrada, com 16 pilotos separados por uma distância inferior a um segundo, algo que não se via há muito tempo.

Duas semanas depois da inesperada pole position de Russell em Montreal, no Canadá, a Mercedes mostrou a melhoria vista nas últimas semanas no início do Grande Prêmio da Espanha.

Os carros da McClaren também apresentaram bom desempenho, principalmente o britânico Norris que poderá lutar pela vitória no domingo.

– Sainz brilha diante de sua torcida –

Além de Hamilton, Sainz, uma das estrelas locais de Montmeló, percorreu com um bom tempo os 4.656 quilômetros do circuito espanhol. Depois de ficar em segundo lugar nos treinos da manhã, subiu para a segunda posição pela tarde.

Quinze dias depois de um agitado Grande Prêmio do Canadá, as Ferraris foram bem com a segunda posição de Sainz e, em menor medida, a sexta do monegasco Charles Leclerc.

Por outro lado, Fernando Alonso, o outro piloto espanhol, decepcionou ao terminar em décimo quarto com sua Aston Martin.

Com a mesmo desempenho ruim mostrado no Canadá e em Mônaco, as Red Bulls tampouco convenceram nesta sexta-feira e não foram competitivas nestes treinos livres.

O holandês Max Verstappen, tricampeão mundial, e o mexicano Sergio Pérez terminaram em quinto e décimo terceiro, respectivamente, depois de terem conseguido o segundo e o quinto melhores tempos pela manhã.

Verstappen, que atualmente lidera o Mundial de pilotos, pôde se consolar com o fato de Leclerc, seu principal concorrente, ter ficado atrás dele nesses treinos.

Após a contratação na Alpine do histórico e polêmico Flavio Briatore, os pilotos desta equipe francesa surpreenderam com os bons tempos de Pierre Gasly (4) e Esteban Ocon (8).

O treino classificatório será realizado neste sábado e a corrida no domingo.

— Resultados da 2ª sessão de treinos livres:

Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) 1:13.264

Carlos Sainz Jr (ESP/Ferrari) 1:13.286

Lando Norris (GBR/McLaren-Mercedes) 1:13.319

Pierre Gasly (FRA/Alpine-Renault) 1:13.443

Max Verstappen (HOL/Red Bull) 1:13.504

Charles Leclerc (MON/Ferrari) 1:13.597

Oscar Piastri (AUS/McLaren-Mercedes) 1:13.622

George Russell (GBR/Mercedes) 1:13.722

Estéban Ocon (FRA/Alpine-Renault) 1:13.766

Valtteri Bottas (FIN/Sauber-Ferrari) 1:13.924

Kevin Magnussen (DIN/Haas-Ferrari) 1:14.021

Nico Hülkenberg (ALE/Haas-Ferrari) 1:14.053

Sergio Pérez (MEX/Red Bull) 1:14.081

Fernando Alonso (ESP/Aston Martin-Mercedes) 1:14.091

Yuki Tsunoda (JPN/Racing Bulls-Red Bull) 1:14.211

Daniel Ricciardo (AUS/Racing Bulls-Red Bull) 1:14.257

Guanyu Zhou (CHN/Sauber-Ferrari) 1:14.345

Lance Stroll (CAN/Aston Martin-Mercedes) 1:14.402

Alexander Albon (TAI/Williams-Mercedes) 1:14.807

Logan Sargeant (EUA/Williams-Mercedes) 1:15.070

nr/lp/eb/ma/aam

FERRARI N.V.

Renault