Esportes

Hamilton diz que pediu pit stop que o tirou da briga pela vitória na Austrália

Lewis Hamilton largou na frente no GP da Austrália deste domingo, conseguiu manter a ponta após o sinal verde e parecia o favorito a vencer a primeira etapa da temporada 2017 da Fórmula 1. No entanto, um pit stop realizado no momento errado tirou o piloto da Mercedes da briga e deu a vitória para Sebastian Vettel, a primeira da Ferrari após um ano e meio.

“Tivemos um começo realmente bom, o que é fantástico. Depois, tive dificuldade para controlar o carro, e o Sebastian foi capaz de responder com voltas rápidas. O carro começou a superaquecer os pneus, e eu estava lutando para manter o carro na pista, então chegou a hora de ir para os boxes. A distância estava diminuindo, então, foi minha decisão. Se não tivesse tomado, ele me passaria de qualquer forma”, comentou.

Hamilton foi para os boxes para trocar os pneus na 18.ª volta, quando ocupava a liderança, mas voltou em quinto lugar, preso atrás da Red Bull de Max Verstappen. Vettel, então, aproveitou-se para atrasar o pit stop e abriu a vantagem necessária para manter-se na ponta depois da parada.

“Tive que fazer o pit stop muito mais cedo por causa da falta de controle. Depois, fiquei preso atrás de uma das Red Bulls, e às vezes é isso que acontece. Mas no geral, foi uma ótima corrida e conquistamos ótimos pontos para a equipe”, avaliou.

O piloto da Mercedes ainda revelou que, por conta da parada precoce, chegou a temer pela condição de seus pneus no fim da prova. “Eu tinha parado oito voltas antes desses caras, então eu não sabia até quando os meus pneus iam aguentar. Precisei diminuir o ritmo e, no fim, obviamente a distância ficou maior. Mas mesmo se eu diminuísse a diferença, não conseguiria ultrapassar (o Vettel).”

Companheiro de Hamilton, o finlandês Valtteri Bottas disputou sua primeira prova pela Mercedes. Substituto do atual campeão Nico Rosberg, que anunciou a aposentadoria ao fim da última temporada, ele ficou na terceira colocação e subiu ao pódio, mas admitiu após a prova que sonhava com um resultado ainda melhor.

“Sempre há algumas coisas que poderiam ter acontecido melhor, mas foi um bom ponto de partida para minha jornada pilotando pela Mercedes. Como time, acho que fizemos um trabalho muito bom com o carro que tivemos. Mas a Ferrari estava mais rápida hoje, não há dúvidas disso. Eles fizeram um grande trabalho no inverno”, afirmou Bottas.